Motoristas podem come?ar greve e deixar 280 mil passageiros sem ?nibus a partir desta ter?a-feira

23
COMPARTILHE

João Pessoa pode amanhecer sem transportes coletivos urbanos nesta terça-feira (7). Conforme decisão tomada na quarta-feira (1º), motoristas e cobradores de todas as linhas de ônibus devem cruzar os braços a partir da meia-noite.

Leia mais Notícias no Portal Correio

O presidente Sindicato dos Trabalhadores em Transportes de Passageiros Urbanos de João Pessoa, Antônio de Pádua, informou, ao Portal Correio, na manhã desta segunda-feira (6), que a categoria vai esperar uma proposta dos empresários até as 20h, quando acontece uma nova assembleia. Se os donos das empresas de transportes coletivos não emitirem um posicionamento, a greve será deflagrada com tempo indeterminado.  Caso isso ocorra, mais de 280 mil passageiros serão prejudicados diariamente.

A categoria reivindica um reajuste de 12% nos salários e os empresários estão oferecendo reajuste de 6%. Além do aumento salarial, os trabalhadores pedem plano de saúde gratuito, aumento na comissão de 2% para 3% para os motoristas que dirigem os ônibus articulados; e vale alimentação para todos os trabalhadores de R$ 500.

Quanto aos 30% da frota continuar operando, como determina a lei, Antônio de Pádua, disse que os trabalhadores irão aguardar a provocação do Ministério Público da Paraíba. “Nós vamos aguardar que o MPPB nos convoque para que a frota possa operar com o percentual legal em casos de greve”.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas