Muito o que fazer

10
0
COMPARTILHE

Exceto na Capital e em Cabedelo, que terão gestões de continuidade com Luciano Cartaxo (PSD) e Leto Viana (PRP), os novos prefeitos de Bayeux, Berg Lima (Podemos, antigo PTN), Conde, Márcia Lucena (PSB), e Santa Rita, Emerson Panta (PSDB), na Grande João Pessoa, terão muito o que fazer a partir desta segunda-feira.

Como eles herdaram o caos administrativo, terão que tomar medidas amargas e impopulares para colocar as coisas nos eixos. Eles vão ter que demitir, suspender determinados pagamentos, revogar determinadas decisões tomadas no apagar das luzes pelos ex-prefeitos, sustar cheques…

No interior do estado, acontecerá a mesma coisa. Exceto em Campina Grande e algumas poucas cidades bem administradas, o caos também toma conta de tudo. Exemplos claros ocorrem em Cajazeiras, Princesa Isabel, Sousa, Fagundes, Cuité, Araruna, entre outras cidades.

A população, que tudo acompanha de perto, precisará ter paciência em relação ao que espera dos novos prefeitos, embora eles iniciem suas gestões com o dinheiro das multas da repatriação nas contas bancárias.

Ainda bem que esse dinheiro não foi liberado para os atuais prefeitos, embora tenha sido creditado nas atuais gestões. Por conta do feriado bancário de ontem, não foi possível aos ainda prefeitos pegaram na grana. Se tivesse sido possível, não sobraria um centavo, sequer, para quem assume amanhã.

Paulino para deputado?

O ex-governador Roberto Paulino é nome forte para disputar uma vaga na Câmara Federal em 2018 pelo PMDB. Guarabira e região precisam de um representante na Câmara. Ex-prefeito da cidade, Paulino tem perfil de deputado federal: é um político popular, que tem forte penetração na Capital.

Em alta 1

O deputado Veneziano Vital do Rego pode não estar em alta dentro do próprio partido, o PMDB. Emplacou a mulher, Ana Cláudia Vital do Rêgo, que tem experiência em gestão, secretária executiva da Casa Civil.

Em alta 2

A nomeação afaga Vené, que tinha a mãe, suplente de senadora Nilda Gondim, como secretária executiva de Representação Institucional.

À espera

Vice-prefeito de Campina Grande até hoje, Ronaldinho não foi convidado para compor o segundo mandato do parceiro Romero Rodrigues. Aguarda ansioso por uma ligação. Quem sabe na virada…

A contento

André Amaral foi presenteado com o mandato com a renúncia de Manoel Junior. Mas, garantiu ao ex-titular manter alguns assessores.

De olho

O ex-senador Efraim Morais deve desembarcar na presidência da Cagepa e, com isso, abrir espaço para um deputado, no caso Adriano Galdino, que deixa a presidência da ALPB em fevereiro, quando assume Gervásio Maia Filho. Já Raoni Mendes anda perdendo o sono. Ia para a Casa Civil, e até agora, nada.

Na comunicação

Ainda sobre a reforma administrativa do Governo Ricardo Coutinho, a jornalista Vall França deve assumir a Secretaria Executiva de Comunicação, em substituição a Célio Alves que pediu exoneração.

Avaliação

O senador Deca (PSDB), que devolve a cadeira a Cássio Cunha Lima, próxima semana, avalia que os 4 meses de mandato foram muito proveitosos.

Fé e sucesso

Assim como o desembargador Marcos Cavalcanti, que é da Ordem 3ª do Carmo, o presidente eleito do TJPB, desembargador Joás de Brito é católico praticante. Sucesso na gestão!

Upa de Patos

Para garantir o funcionamento da UPA de Patos, o deputado federal Hugo Motta destinou R$ 2,9 milhões em emenda ao orçamento da União.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPé direito
Próximo artigoBem-vindo 2017

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas