Morre escultor campinense Labas, em João Pessoa

Labas sofreu uma parada cardíaca após ter se submetido a uma cirurgia para retirada de tumor maligno no olho esquerdo. Ele deixa seis filhos

Cidades | Em 12/09/17 às 10h21, atualizado em 12/09/17 às 10h42 | Por Redação
Divulgação/Codecom-CG
Labas, ao centro, com Fred Svendsen (E) e Dênnis Cavalcanti

Morreu nessa segunda-feira (11) o escultor campinense Antônio Barbosa Guimarães Filho, conhecido como Labas. Ele estava internado no hospital Memorial São Francisco, em João Pessoa.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Labas sofreu uma parada cardíaca após ter se submetido a uma cirurgia para retirada de tumor maligno no olho esquerdo. Ele deixa seis filhos.

O corpo de Antônio Labas é velado na manhã desta terça-feira (12), no Campo Santo Parque da Paz, que fica na Avenida Assis Chateubriand, no bairro do Velame, em Campina Grande. O sepultamento ocorrerá no mesmo local, às 16h.

Labas se graduou em Comunicação Social pela antiga Universidade Regional do Nordeste, em 1977. Ministrou Museologia (UFPB e Funarte) e Conservação de Obras de Arte (UFPB/CCT).

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), emitiu nota para lamentar a morte do escultor. "Mais que um ser humano notável, Antônio Labas foi um artista que deixou sua marca como desenhista, pintor, escultor, entalhador, gravador, tapeceiro, programador visual, restaurador, ceramista, modelador e professor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)", disse o prefeito.

A UFCG divulgou nota de pesar pelo professor, que era lotado na Unidade Acadêmica de Arte e Mídia, do Centro de Humanidades (CH). "[A UFCG] presta condolências a familiares e amigos enlutados pela irreparável perda".

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Atenção

Fechar