Porto de Cabedelo vai ampliar operação com combustíveis ainda neste ano

Expectativa é que com novo sistema haja um aumento na arrecadação de ICMS por parte do governo do Estado em aproximadamente R$ 400 mil por operação

Economia | Em 10/08/17 às 23h32, atualizado em 10/08/17 às 23h40 | Por Redação
Divulgação
Porto de Cabedelo

A diretora-presidente da Companhia Docas da Paraíba, Gilmara Temóteo, e o assessor de Planejamento, Alessandro Marques, tiveram nesta quinta-feira (10) duas reuniões no Rio de Janeiro com representantes da Petrobras. Nos encontros, eles garantiram o início de mais uma operação com combustíveis, com a implementação, até o fim deste ano, do sistema operacional chamado ‘Ship to Ship’. Comente no fim da matéria.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Neste tipo de operação ocorre a transferência de derivados de petróleo de um navio para outro atracado ao lado, sem que haja necessidade de se descarregar os volumes no porto. A expectativa é que com esse novo sistema haja um aumento na arrecadação de ICMS por parte do governo do Estado em aproximadamente R$ 400 mil por operação.

O sistema operacional ‘Ship to Ship’ também possibilitará que o porto passe a ser polo de distribuição de combustível para outros portos localizados no país e até mesmo portos de outros países. De acordo com Gilmara, a Companhia Docas investiu aproximadamente R$ 800 mil para viabilizar a operação e a iniciativa vai aumentar a movimentação do local e contribuir para o desenvolvimento econômico da Paraíba.

Abastecimento

A outra reunião que Gilmara e Alessandro participaram foi com a Gerência Geral de Comercialização de Produtos Claros, no sentido de garantir o abastecimento de combustível do estado da Paraíba por meio do Porto de Cabedelo, que atualmente movimenta cerca de 50 mil metros cúbicos de combustíveis por mês, arrecadando R$ 300 mil para a Companhia Docas e R$ 25 milhões de ICMS para o Estado.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Atenção

Fechar