Inflação medida pelo IPC-S avança em seis das sete capitais pesquisadas, diz FGV

Dados relativos ao IPC-S foram divulgados nesta terça-feira (10), pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV)

Economia | Em 10/10/17 às 13h28, atualizado em 10/10/17 às 13h30 | Por Redação, com Agência Brasil
Reprodução/Agência Brasil
Imagem Ilustrativa

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) relativa à primeira semana de outubro fechou com alta de 0,14% (0,16 ponto percentual) em relação à última semana de setembro. Os dados relativos ao IPC-S foram divulgados nesta terça-feira (10), pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV).

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo a FGV, a alta reflete o aumento de preços em seis das sete capitais pesquisadas, com destaque para Belo Horizonte e Recife, que registraram as maiores elevações – 0,36% e 0,34% respectivamente.

Fecharam ainda com alta na taxa de inflação entre a última semana de setembro e a primeira de agosto Salvador, com alta de 0,28%; e São Paulo, que saiu de uma deflação (inflação negativa) de 0,04% para uma alta de 0,2%.

O Rio de Janeiro, que também havia fechado a última semana de setembro com deflação de 0,21% fechou a primeira semana de outubro com alta nos preços, embora ainda tenha registrado deflação (-0,1%); e Porto Alegre, que saiu de uma deflação de 0,24% para uma inflação de 0,2%.

A única capital a fechar com queda nos preços foi Brasília, que embora tenha números relativamente estáveis, teve retração entre uma semana e outra, com a taxa variando de 0,20% para 0,19%.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Atenção

Fechar