Comerciante é preso na Paraíba com 1,8 mil maços de cigarros falsificados

Carregamento com produto falsificado teria vindo do Paraguai para a Paraíba; comerciante foi autuado pelo crime de descaminho

Polícia | Em 10/01/17 às 20h35, atualizado em 10/01/17 às 20h40 | Por Redação
Imagem compartilhada por WhatsApp
Material apreendido na ação policial

Um comerciante foi preso no local em que reside, na cidade de Alagoinha, no Agreste da Paraíba, a 89 km de João Pessoa, após ser flagrado com um carregamento que continha 1,8 mil maços de cigarros falsificados que, segundo a Polícia Civil, eram oriundos do Paraguai. De acordo com o delegado Ricardo Sena, que atuou na ocorrência, a prisão ocorreu nessa segunda-feira (9), mas os investigadores só divulgaram o fato nesta terça (10) porque a apuração do comércio ilegal ainda estava em curso.

Leia mais Notícias no Portal Correio

“Recebemos uma denúncia através do número 197 e agentes do Grupo Tático Especial da Polícia Civil foram a Alagoinha apurar o relato. Chegando lá, foi constatado o comércio irregular”, contou o delegado.

O homem preso alegou que já havia vendido parte do carregamento. “Ele comprava por cerca de R$ 700 e chegava a vender por R$ 1 mil”, afirmou Sena, revelando que, após a prisão do comerciante, a polícia investigou quem seria o fornecedor dele, mas o suspeito não foi encontrado até esta terça.

O comerciante foi ouvido na delegacia do GTE em Guarabira, a 98 km da Capital, autuado por descaminho e liberado após pagar fiança no valor de um salário mínimo.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Atenção

Fechar