Homem é vítima de tentativa de homicídio em mercado público de João Pessoa; veja fotos

O suspeito foi preso em flagrante e levado à Central de Polícia por oficiais do 1º Batalhão de Polícia Militar

Polícia | Em 19/08/17 às 14h55, atualizado em 19/08/17 às 15h24 | Por Celina Modesto
Celina Modesto e Richelle Bezerra
Vítima é atendida por Bombeiros

Um homem foi ferido com uma facada no ombro no início da tarde deste sábado (19) após uma tentativa de assalto. O caso aconteceu nas proximidades do Mercado Central, em João Pessoa, e a vítima reagiu utilizando um capacete para se defender. O suspeito foi preso em flagrante e levado à Central de Polícia por oficiais do 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM) para prestar esclarecimentos.

Leia mais notícias no Portal Correio

 O acusado, que ainda não foi identificado pela polícia e nem portava documentos pessoais, foi encontrado com uma pistola de cola quente e uma pequena faca. De acordo com o sargento Diniz, que atendeu a ocorrência, o chamado foi para uma tentativa de homicídio. "Após pedir dinheiro à vítima e ter sido negado, o homem voltou e desferiu o golpe de faca na vítima, que reagiu com o capacete. Mas, populares separaram os dois e ligaram para o Ciop", relatou.

 

Armas encontradas com suspeito

Foto: Armas encontradas com suspeito
Créditos: Celina Modesto

 A vítima, o autônomo Márcio Félix, contou que iria fazer compras com a esposa quando foi abordado pelo homem. "Ele pediu dinheiro e a gente disse que não tinha. Então, ele começou a falar palavras de baixo calão para a minha esposa e eu pedi que ele respeitasse. Ele saiu e, quando voltou, já foi com a faca. Se eu não tivesse me virado, teria sido no meu coração", disse.

 

 

População acompanha prisão

Foto: População acompanha prisão
Créditos: Celina Modesto

 

Imediatamente, a vítima foi atendida por uma equipe do Corpo de Bombeiros, que fez os primeiros curativos. Em seguida, a vítima foi levada pela polícia a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para a realização de exames. "A gente ainda nem almoçou porque aproveitei o horário livre para fazer as compras de casa. Esse lugar precisa de mais segurança", afirmou a esposa da vítima, a prestadora de serviços gerais Maria do Carmo da Silva.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Atenção

Fechar