Mulher é assassinada e pode ter sido morta por denunciar executores do primo, na PB

Polícia também vai investigar outro atentado que teria acontecido este mês contra a mulher, que teve bombas arremessadas em casa

Polícia | Em 12/09/17 às 16h29, atualizado em 12/09/17 às 16h47 | Por Halan Azevedo
Reprodução/Google Street View
Crime ocorreu em Bonito de Santa Fé, no Sertão

O assassinato de uma mulher de 42 anos, morta com um tiro a queima roupa na região do peito, ocorrido na noite dessa segunda-feira (12), em Bonito de Santa Fé, a 488 quilômetros de João Pessoa, pode ter sido motivado por vingança, por ela ter indicado para a polícia nomes de possíveis assassinos de um primo.

Leia mais Notícias no Portal Correio

A informação foi confirmada ao Portal Correio pelo delegado Francisco Filho. Segundo o delegado, a polícia investiga a relação entre a morte e a denúncia da vítima.

“O que sabemos é que a mulher estava em casa quando chamaram por ela no portão e quando ela foi atender sofreu um disparo no peito, morrendo no local. Estamos investigando para saber se o crime tem ligações com uma denúncia feita por ela sobre o nome de possíveis assassinos do primo dela”, contou o delegado.

Ainda conforme o delegado, a polícia também vai investigar outro atentado que teria acontecido este mês contra a mulher, que teve bombas arremessadas em casa. Até a publicação desta matéria, a polícia não tinha identificado o responsável pelo crime.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Atenção

Fechar