Adolescente desmente denúncia feita pela própria mãe e nega ter sido mantida em cárcere privado

Caso foi registrado na cidade de Itabaiana, localizada a 89 quilômetros de distância de João Pessoa

Polícia | Em 12/09/17 às 15h29, atualizado em 12/09/17 às 16h27 | Por Redação, com Wênia Bandeira, do Jornal Correio da Paraíba
Divulgação/ PM
Imagem Ilustrativa

A adolescente de 15 anos que estaria sendo mantida em cárcere privado negou que ser prisioneira do suspeito e disse revelou ao delegado Leonardo Pinho, que mantinha um relacionamento com o suspeito há mais de um ano. A denúncia de que a garota era prisioneira foi feita pela mãe dela. O caso foi registrado na cidade de Itabaiana, localizada a 89 quilômetros de distância de João Pessoa.

Leia também: Homem é suspeito de manter enteada em cárcere privado no interior da Paraíba

Segundo o delegado, a adolescente nega ter sido mantida presa na residência e até demonstrou vontade de voltar com o relacionamento. “A mãe dela disse que ela estava sendo mantida em cárcere pelo companheiro e ele fugiu quando a Polícia Militar chegou ao local, mas ela garante que não demonstrou vontade de sair de casa em nenhum momento”, contou o delegado.

Leia mais notícias no Portal Correio

Ela estava chorando muito quando a PM invadiu a casa, mas não explicou porque estava nervosa. A menina tinha lesões que, segundo Leonardo Pinho, aparentavam ser decorrentes de um soco no olho e na boca. O delegado ainda informou que ela já teve um aborto durante o relacionamento.

O homem está foragido e, quando for encontrado, será indiciado por estupro de vulnerável, já que o relacionamento começou quando ela tinha 14 anos, e agressão, cujas penas são de reclusão, de oito a 15 quinze anos, e detenção, de três meses a um ano, respectivamente.

A reportagem tentou contato com o Conselho Tutelar de Itabaiana, mas até o fechamento desta matéria as ligações não foram atendidas. A Polícia Civil tem um número alto de inquéritos com menores de idade como vítima sendo investigados.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Atenção

Fechar