Segundo suspeito de matar padre com 29 facadas na PB ainda é procurado

Delegado que investiga o caso, Diógenes Fernandes, contou que a polícia vem recebendo relatos de que o ex-coroinha já teria até fugido do estado, mas as informações não foram confirmadas

Polícia | Em 13/09/17 às 07h07, atualizado em 13/09/17 às 07h05 | Por Halan Azevedo
Reprodução/TV Correio HD
Padre Pedro foi assassinado em Borborema

Vinte dias após o assassinato do padre Pedro Gomes Bezerra, morto com 29 facadas no dia 23 de agosto, dentro casa paroquial de Borborema, a 135 km de João Pessoa, continua foragido o segundo suspeito do crime, um ex-coroinha de 18 anos.

Leia também: Assassinato de padre foi premeditado para roubo do cofre da igreja, diz delegado

Ao Portal Correio, o delegado que investiga o caso, Diógenes Fernandes, contou que a polícia vem recebendo relatos de que o ex-coroinha já teria até fugido do estado, mas as informações não foram confirmadas.

“Recebemos diversas denúncias de que ele teria embarcado em um avião e ido para casa de familiares, mas também de que ele estaria escondido perto de Borborema esperando a família contratar um bom advogado. Porém, nenhuma dessas informações foram confirmadas e, com isso, seguimos com as investigações e ouvindo testemunhas”, afirmou o delegado.

O caso

O padre Pedro Gomes Bezerra foi morto com 29 facadas em crime que, segundo a polícia, foi premeditado pelo ex-coroinha, que visava roubar o cofre da igreja, que fica na casa paroquial, residência onde o crime aconteceu.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

Atenção

Fechar