Polícia Ambiental apreende quase 3 toneladas de carvão vegetal irregular

Proprietário do estabelecimento onde a caga foi encontrada não possuía autorização do órgão ambiental para a venda do carvão

Polícia | Em 13/09/17 às 21h50, atualizado em 13/09/17 às 22h04 | Por Redação
Divulgação
Foram apreendidos cerca de 6 toneladas de carvão vegetal

Quase três toneladas de carvão vegetal que estava sendo comercializado de forma irregular foram apreendidas nesta quarta-feira (13) pelo Batalhão Ambiental. A ação aconteceu na cidade de Santa Rita, na Região Metropolitana de João Pessoa. Além do carvão, também foi encontrada uma planta de substância semelhante à maconha.

Leia mais Notícias no Portal Correio

O comandante do Batalhão Ambiental, Major Lucas, explicou que a apreensão foi fruto de mais fiscalização ambiental. Durante a operação ficou constatado que o proprietário do estabelecimento não possuía autorização do órgão ambiental para a venda do carvão.

Ainda segundo o comandante, o comerciante infringiu o artigo 46 da lei 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais), que prevê pena de seis meses a um ano de detenção. Além de ter sido autuado por crime ambiental, o comerciante foi multado no valor de R$ 7,1 mil.

Segundo o major Lucas a maconha encontrada no local estava sendo cultivada pelo filho do comerciante e ambos foram levados à delegacia de polícia para autuação. O carvão apreendido foi levado para a sede do Batalhão Ambiental. As Instituições sem fins lucrativos podem solicitar a doação do carvão para utilização, mediante ofício endereçado ao comandante do Batalhão.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Atenção

Fechar