Preso, padrasto nega estupro contra criança e quer DNA 'para provar inocência'; vídeo

Suspeito se escondia na casa de familiares no bairro Bomba do Hemetério, em Recife, e foi preso nessa quarta-feira

Polícia | Em 14/09/17 às 08h09, atualizado em 14/09/17 às 10h15 | Por Redação
Divulgação/Polícia Civil
Padrasto foi preso em Pernambuco

O homem suspeito de estuprar e engravidar a enteada criança, em João Pessoa, negou, em entrevista à TV Clube, afiliada da Record TV em Pernambuco, ser o responsável pela violência. A menina, hoje aos 11 anos, deu à luz no último domingo (10). Ela contou ser abusada pelo padrasto desde seus 10 anos.

Leia também: * Mãe de menina de 11 anos que engravidou do padrasto diz que não sabia dos abusos

* Padrasto suspeito de estuprar criança de 11 anos é preso em Pernambuco

Na delegacia, o suspeito, que tem 51 anos e trabalha como pedreiro, disse que não entende a acusação que está sofrendo e pediu a realização de um exame de DNA para provar sua inocência. O suspeito estava foragido há cinco meses, quando a gravidez foi revelada. Ele se escondia na casa de familiares no bairro Bomba do Hemetério, em Recife, e foi preso nessa quarta-feira.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Questionado por que então não se apresentou à polícia voluntariamente para prestar esclarecimentos, o suspeito disse que tinha medo de ser assassinado, uma vez que a denúncia tem causado muita revolta na população. “Quando abaixassem mais os ânimos eu ia voltar com um advogado para provar que sou inocente”, justificou. 

 

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Atenção

Fechar