'Quero justiça', diz mulher que teve esposo e filho baleados, na Paraíba; vídeo

Agricultor e filho baleados seguem internados no Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande

Polícia | Em 12/10/17 às 17h11, atualizado em 12/10/17 às 19h05 | Por Redação
Reprodução/TV Correio
Mulher fez desabafo em entrevista à TV Correio

Em entrevista concedida nesta quinta-feira (12) à TV Correio, a esposa de um agricultor de 30 anos e mãe de um menino de três, ambos baleados durante uma ação criminosa na cidade de Aroeiras, no Agreste da Paraíba, a 105 km de João Pessoa, desabafou e pediu que a polícia trabalhe para localizar e prender os bandidos envolvidos no crime. Veja vídeo da reportagem abaixo.

Leia mais Notícias no Portal Correio

“Eu só quero que a polícia pegue eles e faça justiça”, disse a mulher, nas dependências do Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, para onde os feridos foram direcionados. Ela acredita que o marido e o filho foram vítimas dos disparos porque os suspeitos, que teriam acabado de tentar roubar uma residência e fugiam após a reação de um morador, poderiam ter pensado que eles tentariam impedir a fuga.

De acordo o delegado Danilo Orengo, responsável pelas investigações, o motivo dos disparos ainda não foi apurado. Ele afirmou que as polícias Civil e Militar estão mobilizadas para encontrar os suspeitos e pediu que quem tiver alguma informação que possa levar os agentes até eles que ligue para o número 197 (Disque-Denúncia da Secretaria de Segurança e da Defesa Social).

O agricultor foi baleado no peito, passou por cirurgia e, conforme a supervisão hospitalar do Trauma, está consciente e em estado regular. A criança, baleada na cabeça, também foi submetida a procedimento cirúrgico e segue em estado grave, mas estável. O garoto já acordou nesta quinta-feira e não está mais intubado, mas segue sedado devido a procedimentos pós-operatórios necessários.

O caso

A ação aconteceu após alguns homens (a polícia ainda investiga quantos estavam envolvidos) tentarem roubar uma residência localizada em um sítio. O dono da casa revidou a ação dos assaltantes, que fugiram. Durante a fuga, os criminosos teriam avistado o pai e o menino passando em uma motocicleta. Conforme o delegado Danilo Orengo, foi neste momento que eles, sem motivo aparente, teriam disparado contra as vítimas, atingindo-as.

Mesmo baleado, o pai conseguiu pilotar até a área urbana de Aroeiras para pedir ajuda. Imediatamente eles foram transferidos para Campina Grande.

Um outro garoto, de nove anos, irmão e filho das vítimas feridas, também estava trafegando na motocicleta no momento dos disparos, mas não foi atingido.

Confira reportagem da TV Correio:


Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Atenção

Fechar