Cabedelo tem novas regras para prática de esportes radicais nas praias; veja

Segundo a nova lei, foram determinados quatro pontos de pouso e decolagem de kitesurf, entre as praias de Intermares e Ponta de Campina, que deverão ser demarcados e sinalizados

Serviços | Em 20/04/17 às 17h20, atualizado em 20/04/17 às 17h17 | Por Redação
Divulgação/Setur-CE/Ilustração
Kitesurf

Uma reunião entre praticantes de kitesurf e outros esportes radicais na Orla de Cabedelo e membros das secretarias de Juventude e Esportes (Sejel) e de Meio Ambiente (Semapa) de Cabedelo, nessa quarta-feira (19), apresentou as novas regras para a prática desses esportes nas praias de Cabedelo.

Leia mais Notícias no Portal Correio

O novo ordenamento para prática dos esportes, que é lei desde dezembro de 2016, tem como objetivo acomodar interesses específicos de cada esporte, evitar conflito entre os praticantes e estabelecer direitos de todos os usuários das praias.

Segundo a nova lei, foram determinados quatro pontos de pouso e decolagem de kitesurf, entre as praias de Intermares e Ponta de Campina, que deverão ser demarcados e sinalizados pelos praticantes da atividade.

Para cada trecho liberado, deverá ser respeitado o distanciamento mínimo de 150 metros em relação à arrebentação, devendo ser reservada, na faixa de areia, uma área de 100 metros de extensão para fins de pouso e decolagem. Além disso, fica vedada a prática do esporte sem o uso de equipamentos de segurança, denominado dispositivo de soltura rápida.

“Os praticantes do kitesurf estão bastante satisfeitos com a lei, que ordena e regulamenta a prática do esporte, oferecendo segurança a todos. Essa medida não foi tomada do dia para a noite. Foram muitas conversas, ouvindo, esportistas, banhistas, praticantes da pesca e do surf, Corpo de Bombeiros, Patrimônio da União, Marinha do Brasil, Secretaria de Esportes da Paraíba e representantes do poder Legislativo Municipal. Esperamos que, com a aplicabilidade da lei, a praia de Intermares e Ponta de Campina se tornem ainda mais seguras e democráticas”, disse o secretário de Juventude e Esportes de Cabedelo, Emerson Lucena.

A fiscalização sobre a aplicabilidade da Lei ficará a cargo da Secretaria de Meio Ambiente de Cabedelo.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

 

Atenção

Fechar