Nova etapa da Operação Andaime cumpre 45 mandados na PB e no CE

45
0
COMPARTILHE

A Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Controladoria-Geral da União (CGU), em ação conjunta, deflagraram na manhã desta sexta-feira (27/01) a Operação Andaime IV com o objetivo de apurar irregularidades em licitações e desvio de recursos públicos destinados à execução de serviço de pavimentação.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Estão sendo cumpridos 22 mandados de busca e apreensão, cinco mandados de prisão, 12 mandados de condução coercitiva e seis mandados de sequestro de bens. Todas as ordens judiciais foram expedidas pela 8ª Vara Federal da Seção Judiciária da Paraíba. Os mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Cajazeiras, João Pessoa, Bayeux e no Ceará, em residências e escritórios de empresários, engenheiros e agentes públicos.

A etapa atual da operação
é resultante da continuidade de outras fases investigativas, destinadas a
apurar irregularidades em processos licitatórios e contratações públicas em
prefeituras da Paraíba, principalmente no que se refere à fraude de
procedimentos licitatórios, desvios de recursos públicos, lavagem de dinheiro
por intermédio de empresas “fantasmas”, venda de notas fiscais “frias” e
emissão irregular de boletins de medição de obras públicas relacionadas a obras
de pavimentação contratadas entre 2008 e 2016 no município de Cajazeiras – em
condutas delituosas que persistiram mesmo após deflagração da primeira fase da
operação. Essas obras envolveram a alocação de verbas superiores a R$ 27
milhões, majoritariamente oriundas de repasses firmados com o governo federal,
através dos ministérios das Cidades e do Turismo.

A operação foi denominada Andaime em razão das fraudes terem sido perpetradas no âmbito de empresas do ramo da construção civil, com a participação de diversos engenheiros e fiscais de obras das prefeituras. Participam das ações 101 policiais federais e 12 auditores da Controladoria Geral da União.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas