Carnaval 2018

Transporte rodoviário

Saúde

TV Correio

novo-presidente-do-psl-anuncia-filiacao-de-vereador-em-jp
Vereador Carlão da Consolação deve ingressar no PSL / (Foto: Reprodução / Instagram)

Novo presidente do PSL anuncia filiação de vereador em JP

Vereador Carlão da Consolação (PSDC) agendou filiação para março

3
COMPARTILHE

O especialista em segurança Julian Lemos, novo presidente do PSL na Paraíba, que assumiu o comando do partido nessa sexta-feira (12), disse que um dos seus focos será a filiação de novas lideranças na legenda, para fortalecimento do projeto político capitaneado pelo deputado federal Jair Bolsonaro, pré-candidato à Presidência da República, e a composição de uma chapa proporcional competitiva para disputar vagas na Assembleia Legislativa e na Câmara dos Deputados.

Lemos anunciou o jornalista Rui Galdino como novo vice-presidente estadual da sigla e disse que outras lideranças já estão confirmadas para ingressar no partido, a exemplo do vereador Carlão da Consolação (PSDC), que agendou filiação para março. “O nosso  objetivo é fortalecer o PSL e a candidatura de Jair Bolsonaro à Presidência da República. Bolsonaro, que contará com várias lideranças filiadas no Estado, até 7 de abril”, garantiu o novo presidente, que foi indicado por Bolsonaro para resolver as questões partidárias da região Nordeste.

Segundo o acordo firmado, Bolsonaro teria o comando dos diretórios estaduais das agremiações. Na Paraíba, Julian Lemos assumiu a Presidência do PSL no lugar do vereador Lucas de Brito, que estava na presidência desde outubro do ano passado, quando tomou o comando do partido das mãos do deputado estadual Tião Gomes, que agora filiou-se ao Avante.

Lucas de Brito já anunciou saída do PSL e ainda está estudando qual legenda deverá se filiar, até o final de março. Ele revelou que vem recebendo convites de vários partidos, mas só irá vai ingressar em um que priorize as pautas do movimento Livres e liberais.

Adriana Rodrigues (Jornal Correio da Paraíba)

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas