O gol de Adriano

0
COMPARTILHE

Quando se aventurou a se candidatar à Prefeitura da pequena Pocinhos, Adriano Galdino precisou, antes de tudo, vencer a incredulidade de quem assistia por décadas o mesmo grupo político no comando do município. Botou a cara e venceu a parada. De lá pra cá, sua carreira surfa numa ascendente.

Há quatro anos, ocasião que assumiu mandato de deputado estadual, ninguém vislumbrava nele cacife de presidente da Assembleia Legislativa. O tempo passou, a conjuntura mudou e ele soube aproveitar o vento ao seu favor para assumir o controle da Casa, contrariando as projeções de sua estréia,

Essa introdução toda é pra dizer que ninguém menospreze sua discreta, porém real inclinação pelo projeto de disputar a Prefeitura de Campina Grande, sua terra natal. Cada vez que toca no assunto, quando instado pela imprensa, Adriano Galdino tem sido perito nas palavras e fins.

Reiteradas vezes coloca o deputado Veneziano Vital como nome preferencial da oposição em Campina Grande, rasga elogios ao ex-prefeito, mas não fecha a porta para topar o desafio, caso o peemedebista decline da precedência e abra espaço para construção de outra alternativa.

De uma só tacada, Adriano dá dois gestos: calça as sandálias da humildade, comportamento não muito comum na política, principalmente quando se está por cima e ocupando espaço de destaque, como é o caso dele; e deixa no colo de Veneziano uma fatura de reciprocidade, na hipótese do ex-prefeito abdicar da candidatura.

No duplo aspecto, uma estratégia inteligente e própria de quem sabe comer pelas beiradas, sem pressa e sem açodamento. Mais ainda pela presumida consciência de que, se a bola quicar na sua área e pintar a oportunidade, o posto de candidato em Campina Grande soma muito, seja qual for o resultado: ganhando ou perdendo, faria seu gol ao assumir posição privilegiada e aumentar o tamanho de sua torcida no segundo colégio eleitoral do Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas