Obras oferecem risco de morte a trabalhadores e são embargadas pelo MPT na PB

9
0
COMPARTILHE

Uma nova etapa da fiscalização ‘Força-Tarefa’ do Ministério Público do Trabalho (MPT) foi a Campina Grande, onde embargou 87% das obras visitadas na cidade. Segundo a operação, as construções oferecem riscos de morte a trabalhadores.


Leia mais Notícias no Portal Correio

O MPT informou que constatou elevadores irregulares, quebrados e sem segurança, ausência de proteção contra quedas em altura, improviso na instalação de proteções coletivas, trabalhadores realizando obras em altura sem treinamento algum e sem fazer exames específicos prévios.

A operação começou na terça-feira (27) e foi concluída nessa quinta (29). Segundo o MOT-PB, em três dias, foram fiscalizadas 15 obras de médio e grande porte, em Campina Grande. Dessas, 13 (87%) sofreram embargo total ou parcial.

No fim de agosto deste ano, o mesmo trabalho ocorreu em João Pessoa, onde foram constatadas graves irregularidades em obras da Capital. Entre os vários casos, há o de trabalhadores que armazenavam água para beber em potes de agrotóxicos, que não podem ser reutilizadas.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas