Operação da PF apura lavagem de dinheiro em empreendimento de luxo em JP

71
0
COMPARTILHE

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta quarta-feira (31), a ‘Operação Kwanza’, e deve dar cumprimento a quatro mandados de busca e apreensão nos municípios de João Pessoa e Conde.

Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com a PF, o objeto da operação é apurar suposto crime de lavagem de dinheiro por meio de capital estrangeiro. As investigações apontam para irregularidades na origem desses recursos, que teriam utilizados para a construção de um empreendimento imobiliário na praia de Tambaú, na Capital. O empreendimento foi construído pelo mesmo grupo empresarial responsável pela incorporação de empreendimento hoteleiro de alto padrão em uma praia de Conde.

A ação policial, que busca coletar mais provas contra a suposta fraude, conta com a participação de 20 policiais federais.

Os mandados judiciais foram expedidos pela 16ª Vara Federal, em João Pessoa, após deferimento de representação feita pela PF, e serão cumpridos na sede da empresa responsável pela construção do empreendimento em Tambaú, bem como no empreendimento situado no Conde/PB e mais dois endereços ligados ao grupo empresarial investigado.

A empresa investigada divulgou nota na qual diz que todas as aplicações financeiras realizadas foram declaradas. “Os responsáveis pelo empreendimento esclarecem que todas as aplicações financeiras realizadas foram declaradas na Receita Federal do Brasil e no Banco Central, assim como foram também declaradas no imposto de renda da empresa”.

De acordo com a nota da empresa, não há ilegalidades. “Todas as remessas financeiras entraram legalmente no país e têm origem lícita. E há mais de dois anos essas informações foram repassadas à própria Polícia Federal”.

A empresa informou ainda que os empresários seguem à disposição das autoridades competentes para todos os esclarecimentos.

*Matéria atualizada para incluir a nota da empresa.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas