Os tr?s mosqueteiros

4
0
COMPARTILHE

Exercício rápido de cidadania:

Cite nomes de três personalidades que têm, atualmente, a credibilidade, confiança e respeito dos brasileiros.

Sim, estou me referindo a eles:

Sérgio Moro, Rodrigo Janot e Joaquim Barbosa – os três mosqueteiros da cena contemporânea brasileira, ancorados pelo time da Polícia Federal (o D’Artagnan que operacionaliza ações estelares) viraram ícones desse Brasil que a gente tanto quer ver prosperar.

Não tenho dúvida: se qualquer um desses pleiteasse cargo político, ganharia com folga.

E seria uma evolução espetacular dentro de um retrospecto eleitoral que já conferiu espaço para Cacique Juruna e até – pasmem – o hipopótamo Cacareco.

O animal, que apesar do nome era uma fêmea, recebeu 100 mil votos dos paulistas em 1959, em meio ao mar de lama que escorria da Câmara de Vereadores de São Paulo. Foi um dos mais votados naquela eleição.

Nossos cacarecos atuais parecem imunes à inspiração que Moro, Janot e Barbosa exercem neste momento republicano sobre os brasileiros.

Eu realmente fico a me questionar: será que os políticos não fazem reflexões sobre suas imagens, cada dia mais enlameadas?

Mais: será que nossos eleitores também não poderiam refletir mais sobre a escolha de seus candidatos?

De reflexão em reflexão – e de operação em operação, vide Lava Jato – cresce meu otimismo de que estamos mesmo assistindo um processo evolutivo no Brasil.

Um fenômeno que culminará, em futuro próximo, no expurgo dos ciganos mercenários – gente que só se aproxima do povo às vésperas das eleições, comprando lideranças para carimbar cargos para si e para seu clã.

São verdadeiro aproveitadores do poder. Não se elegem para trabalhar pelo povo, mas sim em causa própria. Seus mandatos rendem benesses, que vêm na forma de comissões, concessões e franquias.

Chega dessa ciganagem caloteira!

Eles estão com os dias contados em um Brasil que ainda comete muitos equívocos diante das urnas eleitorais, mas também se rende aos nossos Athos, Porthos e Aramis.

Prosperando o Brasil de Moro, Janot e Barbosa, teremos, enfim, uma pátria onde os brasileiros poderão ser um por todos, todos por um.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas