Palestra informa sobre ciclo de vida e formas de combate ao aedes aegypti

0
COMPARTILHE

Duas vezes por semana, deve ser feita a inspeção no ambiente de trabalho para evitar o surgimento de criadouros e a reprodução do transmissor da dengue, o Aedes aegypti, cujo ciclo de vida é de 35 dias. Esta foi uma das orientações dada por Nilton Guedes, gerente de Vigilância Ambiental e de Zoonoses, da Secretaria Municipal de Saúde, que falou sobre a importância da educação e da conscientização da sociedade na efetiva redução dos riscos de transmissão da doença.

A palestra foi realizada nessa quarta-feira (20), para técnicos de segurança do trabalho e encarregados que trabalham em empresas da construção civil da grande João Pessoa, no auditório do Sinduscon-JP. Nilton Guedes informou também sobre os riscos da dengue (que tem quatro tipos), da zika e da febre chinhunguya, outras doenças transmitidas pelo mesmo mosquito. Ele alertou sobre os hábitos e para as condições de proliferação do mosquito, dizendo que o inseto procura água límpida (transparente) e ambiente escuro para se reproduzir.

Telma Costa, da 1ª gerência regional da Secretaria de Estado da Saúde, deu orientações sobre a doença. Os participantes da palestra receberam material informativo para levar aos canteiros de obras. O intuito do Sinduscon-JP é conscientizar os colaboradores de que o combate e a prevenção desta doença é um problema de todos e não apenas dos órgãos públicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas