Para?ba quer vacinar mais de 249 mil crian?as contra a paralisia infantil

6
0
COMPARTILHE

Mais de 249 mil crianças com idade entre seis meses e cinco anos devem ser imunizadas contra a poliomielite a partir da próxima semana, na Paraíba. A campanha de vacina começa no dia 15, quando ocorre em todo Brasil o ‘Dia D’ de mobilização contra a doença, e vai até o dia 31 deste mês, em todos os municípios do estado. Responsáveis pelas crianças não podem esquecer de levar carteirinha de vacinação dos pequenos aos postos de saúde. 

Leia mais Notícias no Portal Correio

Esta será a 36ª Campanha contra a Poliomielite no Brasil e, em 2015, comemora-se o 26º ano sem a doença no país, estando livre do poliovírus desde 1990.

“No nosso estado, o último caso de paralisia infantil foi registrado há 26 anos no município de Sousa. No entanto, é preciso ficar atento porque ainda existem três países em situação endêmica – Nigéria, Afeganistão e Paquistão. Até que tenhamos a erradicação da doença em todo o mundo, seguiremos com as ações de campanha contra o vírus selvagem da poliomielite para que em viagens ou com a vinda de estrangeiros ao Brasil ele não seja transmitido”, informou a enfermeira do Núcleo de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB) Márcia Queiroga.

A Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização do Esquema Vacinal destaca a ação das gestões em saúde. Neste caso, o grupo alvo para a campanha são todas as crianças menores de cinco anos de idade.

“O Ministério da Saúde aproveita a campanha contra a poliomielite para avaliar a situação vacinal do grupo alvo para que, de forma seletiva, proceda-se a atualização da caderneta de vacinação, de acordo com os esquemas preconizados pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI)”, disse a enfermeira.

Márcia ainda ressaltou que as crianças poderão receber outras vacinas, tais como: BCG (contra as formas graves da tuberculose), pneumocócica (contra pneumonia, meningite, otite média aguda e até sinusite), contra hepatite A, B e rotavírus, tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola), tetravalente (contra difteria, tétano, coqueluche e hemofilo influenza tipo b) e outras.

Poliomielite

A paralisia infantil é uma doença infectocontagiosa grave, que afeta o sistema nervoso, provocando paralisia principalmente dos membros inferiores. É causada e transmitida por um vírus (poliovírus – entra por meio da boca e do nariz e se multiplica na garganta e no trato intestinal, alcança a corrente sanguínea e, em seguida, pode atingir o cérebro) e a infecção se dá principalmente por via oral.

Quando a infecção ataca o sistema nervoso, destrói os neurônios motores e provoca paralisia nos membros inferiores. A polio pode, inclusive, levar o indivíduo à morte se forem infectadas as células nervosas que controlam os músculos respiratórios e de deglutição. A facilidade de movimentação das pessoas de um lugar para outro no mundo favorece a disseminação do vírus, que pode ser reintroduzido em um país que já não apresenta mais casos – no Brasil, desde 1990 nenhum caso suspeito foi confirmado.

A vacina contra a poliomielite é aplicada via oral de forma rápida, segura e indolor. A criança toma apenas duas gotas, o que corresponde a uma dose. No Brasil, a vacina é dada rotineiramente nos postos da rede municipal de saúde durante as campanhas nacionais de vacinação. Para a Campanha Nacional contra a Poliomielite do ano de 2015, a meta é que 12.080.918 crianças sejam vacinadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas