Para?ba vai sediar Copa Norte/Nordeste de Basquete em Cadeira de Rodas

11
0
COMPARTILHE

A Paraíba irá sediar, a partir da próxima terça (26) a sexta-feira (29), a Copa Norte/Nordeste de Basquete em Cadeira de Rodas. O campeonato será realizado no Centro de Educação da Polícia Militar da Paraíba, no bairro de Mangabeira em João Pessoa. O evento é uma realização da Confederação Brasileira de Basquetebol em Cadeira de Rodas (CBBC) em parceria com a Associação de Familiares e Deficientes (Asdef). O campeonato encerra o ciclo de competições de basquete em cadeira de rodas, promovido pela CBBC em 2015.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Nesta sexta-feira (22), às 9h, uma comissão da CBBC fará uma visita técnica ao local onde o evento será realizado. À tarde, às 15h, na sede da Asdef, haverá uma reunião com as entidades que estão participando diretamente na organização da Copa. A cerimônia de abertura está marcada para a quarta-feira (26), às 9h, no Centro de Educação da PM.

A competição reunirá sete equipes de seis Estados: Bahia, Amazonas, Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rondônia. Os times disputarão três vagas para o Campeonato Brasileiro de Basquete em Cadeira de Rodas da 3ª Divisão 2016, previsto para o segundo semestre deste ano. As partidas serão abertas ao público.

Cerca de 70 paratletas entrarão em quadra durante os quatro dias de competição. Disputam o título do campeonato as seguintes equipes: Associação de Atletas Baianos de Necessidades Especiais (Aabane); Associação dos Deficientes Físicos do Amazonas – Adefa (AM); Associação dos Deficientes Físicos do Estado de Pernambuco – Adefepe (PE); Associação dos Deficientes Físicos e Mentais de Arapiraca – Adfima (AL); Associação dos Deficientes Motores de Pernambuco – ADM (PE); Associação dos Deficientes e Familiares – Asdef (PB); e Sport Club Vida Ativa (RO).

Segundo o coordenador local do evento, Manoel Júnior, a realização da Copa Norte/Nordeste em Cadeira de Rodas, na Paraíba, será de grande Importância para o paradesporto da Asdef e também de todo o Estado. “Trará uma grande visibilidade para a modalidade. Isso, com certeza, vai tirar várias pessoas com deficiência de dentro de casa, as quais, muitas vezes, não têm uma expectativa ou qualidade de vida melhor. Para além do alto rendimento de nossa equipe, a Asdef tem como objetivo incluir e reintegrar essas pessoas na sociedade por meio do esporte”, explicou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas