Paraibano contribui com R$ 67,43 por ano para manter ALPB

15
0
COMPARTILHE

Cada um dos mais de 3,9 milhões de paraibanos contribui com o valor de R$ 67,43, por ano, para manter a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), a quarta mais cara do Nordeste. É o que revela um estudo realizado pela Transparência Brasil com todas as Casas Legislativas do País. No ranking nordestino, a Casa de Epitácio Pessoa fica atrás apenas das Assembleias do Rio Grande do Norte, Sergipe e Piauí.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

O estudo toma por base o número de habitantes e o valor do orçamento anual da Assembleia Legislativa que é de R$ 257.274.210 para este ano, o que representa 0,66% do Produto Interno Bruto (PIB) da Paraíba. Os dados coletados junto as Assembleias mostram que os estados mais pobres, como a Paraíba, gastam em média 20% mais do que os ricos.

Se tomarmos por base a verba indenizatória, a Assembleia paraibana ocupa a terceira posição entre as Casas Legislativas do Nordeste, perdendo apenas para Alagoas e a Bahia. Como não há regulação federal, as cotas acabam variando bastante em cada estado e município. No caso da Câmara dos Deputados, os parlamentares têm cotas que variam de R$ 30.416,80 (para deputados do Distrito Federal) a R$ 45.240,67 (para deputados de Roraima), porque leva em consideração opreço de passagens aéreas para o estado de origem do parlamentar.

Leia matéria completa na edição desta quinta-feira (11) do jornal Correio da Paraíba. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas