Paraibano morto na Espanha teria sido torturado; governo anuncia apoio à família

25
0
COMPARTILHE

A imprensa da Espanha continua tratando o caso dos paraibanos mortos no país como um “ajuste de contas”, conforme investigações das autoridades locais. Nesta quarta-feira (21), a página do jornal espanhol ‘Leon Noticias’ disse que Marcos Campos, que além de assassinado foi esquartejado, também teria sido torturado. A esposa dele e as duas crianças teriam sofrido cortes profundos. Veja aqui a publicação original do ‘Leon Noticias’. O governo da Paraíba divulgou nesta quarta (21) que vai cobrir as despesas aéreas do irmão de Marcos.

Leia mais Notícias no Portal Correio

O caso é investigado sob sigilo e as autoridades não divulgam detalhes. As suspeitas são de que os crimes ocorreram por “ajuste de contas”, mas a família das vítimas nega que eles tivessem envolvimento com práticas ilícitas ou inimigos.

Os corpos das famílias foram achados no domingo (18), em uma província localizada há 60 km de Madri, capital da Espanha. Segundo a polícia local, eles podem ter sido mortos há cerca de um mês. O casal teve o corpo esquartejado e deixado em sacolas; as duas crianças não foram desmembradas.

O irmão de Marcos, Walfran Campos, solicitou apoio do governo do Estado para viajar a Madri e acompanhar todo o processo burocrático referente à liberação dos corpos. As despesas aéreas incluem os trajetos João Pessoa-Madri e Madri-João Pessoa.

A chefia de Gabinete do governador informou que, além das passagens aéreas, toda a estrutura do Estado, a exemplo do Instituto de Polícia Científica, foi colocada à disposição da família das vítimas. O desejo da família é que as vítimas sejam enterradas em João Pessoa.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas