Paratleta argelino leva ouro e tempo também seria o 1º nas Olimpíadas

8
0
COMPARTILHE

O paratleta argelino Abdellatif Baka alcançou nas Paralimpíadas Rio 2016 uma marca que teria garantido o ouro também na Olímpiada, com atletas sem deficiência. Na noite de sábado (11), Baka concluiu a prova dos 1.500 m rasos da classe T12/13, específica para atletas com baixa visão, com 3 mim48s29, mais rápido que o vencedor da prova na olimpíada regular, Matthew Centrovitz, que teve marca de 3m50s.


Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Os resultados dos medalhistas paralímpicos de prata e bronze na mesma na prova, o etíope Tamiru Demisse (3m48s49) e o queniano Henry Kirwa (3m49s59), também superariam o ouro olímpico de Centrovitz.

A marca de Baka nos 1.500m rasos também foi um novo recorde mundial da classe. Nesta quinta-feira (15), o argelino disputará uma medalha nos 400 m.

A prova dos 1.500m da classe T13 teve a participação de dois atletas brasileiros, Yeltsin Jacques e Julio César Agripino. Jacques alcançou a 11ª colocação, com o tempo de 3m58s92, seguido por Julio César, na 12ª colocação, com 4m00s61.


Atletismo paralímpico

O atletismo integra os Jogos Paralímpicos desde a primeira edição, em Roma, em 1960. Na ocasião, os atletas competiram em um total de 25 eventos valendo medalha. Desde então, a modalidade fez parte de todas as edições e, atualmente, é a maior disciplina do programa Paralímpico.

Nos Jogos Rio 2016, 1,1 mil paratletas competem na modalidade em 177 eventos de pista, campo e rua ao longo de 11 dias.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas