Passagem do voo entre João Pessoa e Buenos Aires poderá custar cerca de R$ 913

17
0
COMPARTILHE

O governador Ricardo Coutinho assinou, nesta terça-feira (7), em solenidade no Palácio da Redenção, na Capital, um convênio entre o governo do Estado e a Gol Linhas Aéreas, que vai viabilizar a implantação de um voo semanal do Aeroporto Castro Pinto, na Grande João Pessoa, para Buenos Aires, na Argentina. Com este acordo, será oferecido, a partir de julho deste ano, o primeiro voo regular internacional, possibilitando um incremento no turismo paraibano. O voo será aos sábados, com capacidade para 170 pessoas, e o preço da passagem poderá girar em torno de US$ 290 inicialmente (cerca de R$ 913), ida e volta.  O valor vai depender da cotação do dólar, que é flutuante.

*Texto editado para corrigir a informação do preço da passagem, que depende da cotação do dólar, conforme repassado vice-presidente de Relações Institucionais da Gol, Alberto Fajerman.

Leia também:

* Castro Pinto ganha primeiro voo semanal internacional para Argentina a partir de julho

* Aeroporto de João Pessoa tem infraestrutura para atender voo internacional, diz Infraero

A informação é do vice-presidente de Relações Institucionais da Gol, Alberto Fajerman, ao Turismo em Foco. O voo deverá começar a ser operado a partir de 1º de julho, vindo da Argentina direto para a Paraíba, com saída do aeroporto Ezeiza às 11h40 do sábado, com chegada ao Castro Pinto às 16h30. Na volta, o avião sai da capital paraibana no domingo, às 10h, fazendo uma escala em Maceió (Aeroporto Zumbi dos Palmares).

Além de iniciar a rota João Pessoa/Buenos Aires, a companhia aérea se compromete a manter as operações nos aeroportos de João Pessoa e Campina Grande, além de viabilizar a vinda de agentes de viagens para conhecer e negociar pacotes para o Destino Paraíba no mercado argentino.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Para viabilizar o voo, o governo reduziu para 6% a alíquota de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) incidente no combustível de aviação. Ricardo Coutinho disse que o convênio é uma abertura da Paraíba para o mercado internacional, em especial o sul-americano, lembrando que cerca de dois milhões de turistas argentinos optam pelo Brasil para as férias e que o estado passa a ser uma nova opção. O gestor revelou ainda que tem negociado com outras companhias aéreas e que espera que as concorrentes possam adotar a mesma política, pelo menos, para manter o atual número de voos nos aeroportos de João Pessoa e Campina Grande.

De acordo com a presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Ruth Avelino, o Estado vai executar um plano de divulgação dos potenciais turísticos da Paraíba na Argentina com o objetivo de atrair mais visitantes para o Estado. “Esse voo João Pessoa-Buenos Aires e Buenos Aires-João Pessoa vai atrair um número muito maior de turistas para a Paraíba e melhorar a malha aérea paraibana. Os argentinos ficam atualmente mais pelo Sul e Sudeste. A partir de agora vamos mostrar aos argentinos que a Paraíba é um destino maravilhoso e atrair estes turistas”, pontuou.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas