Petrobras prepara sa?da da PB e combust?veis podem ficar ainda mais caros em 2016

11
0
COMPARTILHE

O Governo do Estado e entidades do setor lutam para que a Petrobras não desative a operação de transporte de combustíveis para a Paraíba via porto de Cabedelo. Nos últimos 15 dias, o Estado tem vivido escassez desses produtos, principalmente de gasolina, porque os navios tanques escalados para Cabedelo atrasaram a chegada.

Leia também: Gás, água, luz e táxi vão subir e economistas preveem ano difícil 

Essa irregularidade no calendário de abastecimento no terminal de combustíveis de Cabedelo coincide com prazo divulgado anteriormente pela própria Petrobras para encerramento de sua operação no porto paraibano – princípio de 2016. A intenção da estatal de não mais trazer combustível para a Paraíba via porto local vem desde 2013, mas a decisão não foi levada adiante.

Leia mais Notícias no Portal Correio 

Com o comprometimento financeiro da Braspetro, braço da Petrobras responsável pelo transporte de combustível, a empresa reviu os custos. A Braspetro estaria quase falida. Se a Petrobrás deixar de enviar navios com combustíveis para a Paraíba, o Estado perderia indiretamente 45% da movimentação da Companhia das Docas, além de uma arrecadação de R$ 40 milhões por ano somente do município de Cabedelo.

A consequência mais terrível para o consumidor seria os preços finais dos combustíveis. “Na hipótese de termos o transporte de combustíveis por caminhões, o Estado ainda teria um custo imenso de difícil avaliação com milhares de caminhões a mais nas rodovias”, afirmou o presidente do Sindalcool, Edmundo Barbosa.

Leia matéria completa na edição desta sexta-feira (1º) do jornal Correio da Paraíba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas