Plen?rio da CMJP aprova 68 mat?rias em vota??o

30
0
COMPARTILHE

O Plenário da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) aprovou 68 matérias na votação realizada na sessão ordinária da manhã desta terça-feira (16). Na ocasião, foram aprovadas duas indicações ao Executivo Municipal além de 66 requerimentos solicitando à Administração Pública melhorias em diversas localidades da Capital. Apenas dois Requerimentos de Renato Martins (PSB) não foram acatados pela maioria dos parlamentares.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

As Indicações aprovadas foram de autoria do vereador Bruno Farias (PPS) e sugerem ao Executivo Municipal: o Turismo Pedagógico nas escolas do Município, que consiste em atividades de acesso dos alunos da rede pública municipal ao acervo cultural, artístico e turístico da Capital; e a outra Indicação sugere a instituição da ‘Virada Cultural’ em João Pessoa, evento público destinado à realização de manifestações de diversas expressões artísticas e culturais na cidade.

Dentre as solicitações de serviços de melhorias aprovadas em Plenário estão: serviços de calçamento, terraplanagem e pavimentação de ruas da cidade; execução de serviços de limpeza e capinação; melhoria de iluminação pública; construção e revitalização de praças; serviços de tapa-buraco; instalação de banheiros públicos com fraldários no farol do Cabo Branco; instalação de abrigos de paradas de ônibus; desobstrução de galerias; implantação de ciclovias nas avenidas José Américo de Almeida, conhecida por Beira Rio, e a Ranieri Mazilli, Avenida principal do Cristo Redentor. Ainda foi pedida a implantação de bibliotecas em Centros de Referência de Ensino Infantil (Creis).

Também foi aprovado um requerimento do vereador Lucas de Brito (DEM) que solicitou informações sobre como ficará a situação de 42 proprietários de quiosques localizados no Parque Sslon de Lucena (Lagoa) após a realização das obras de revitalização. De acordo com o parlamentar, o projeto não prevê relocação ou indenização para os proprietários. Ele ainda destacou que os comerciantes seriam alvo de multas sem a notificação antecedente necessária.

Ainda foram aprovados dois Votos de Pesar pelo falecimento do promotor de Justiça Newton Carneiro Vilhena e da professora e artesã Denise Rodrigues Brito. Os requerimentos foram de autoria de Bruno Farias (PPS) e Fuba (PT), respectivamente.

Solicitações não acatadas

A maioria dos parlamentares da Casa não acatou duas solicitações feitas por Renato Martins. Uma solicitava à Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan) todos os dados do cronograma físico-financeiro do projeto de revitalização e modernização do Parque Solon de Lucena. O outro solicitava à diretoria do Ortotrauma de Mangabeira respostas a questionamentos sobre a função, produção e presença do servidor José Alves Xavier na instituição.

O propositor defendeu a aprovação de suas solicitações justificando que não há a previsão de relocação ou indenização dos quiosques no referido projeto e que recebeu denúncias de que o funcionário não cumpriria com suas obrigações laborais no Ortotrauma de Mangabeira. “Os temas são recorrentes porque os assuntos são recorrentes”, defendeu Renato Martins.

Segundo a bancada de situação da Casa, os assuntos abordados nos requerimentos do vereador oposicionista já foram debatidos em Plenário, por isso não haveria necessidade de aprovação das matérias. “São assuntos requentados. A secretária de Saúde, por exemplo, já esteve nesta Casa por duas vezes. Não vejo sentido desta Casa aprovar esse requerimento”, afirmou Bira (PT).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas