PM apura quem s?o policiais que estariam envolvidos na morte de Rebeca em JP

12
COMPARTILHE

O coronel da Polícia Militar da Paraíba, Lívio Delgado, disse que a corporação está apurando que são os policiais militares que seriam suspeitos de envolvimento na morte da adolescente Rebeca Cristina, que foi estuprada e assassinada em João Pessoa em 2011. Ela tinha 15 anos. A declaração do coronel foi divulgada no programa Correio Debate, da Rede Correio Sat, nesta sexta-feira (24).

Leia mais Notícias no Portal Correio

Ele disse que está encaminhando a documentação necessária ao Ministério Público da Paraíba (MPPB) e à Polícia Civil para que a sindicância instalada na PM esteja atualizada sobre todos os fatos e mostre quem são os policiais suspeitos.

Em 17 de julho deste ano, a mãe de Rebeca disse à repórter Mislene Santos, da Rede Correio Sat, que o DNA de um PM havia sido coletado para investigação no dia anterior.

O padrasto de Rebeca foi apontado como suspeito de participar da morte da adolescente e ele chegou a dizer na semana passada que em oito dias haveria novidades acerca do crime. Nesta sexta, uma semana depois, ele não comentou mais detalhes.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas