PM baleado em Jo?o Pessoa diz por que reagiu a assalto e como escapou da morte

0
COMPARTILHE

O major Pablo Cunha, comandante da 6ª Companhia Independente da Polícia Militar em Cabedelo, usou as redes sociais para explicar por que reagiu a um assalto nessa quinta-feira (30), na Avenida Pedro II, em João Pessoa. Ele acabou sendo baleado na coxa direita, durante troca de tiros com os bandidos.

Leia também: Vídeo mostra PM sendo baleado em tentativa de assalto na Capital; assista

Em mensagem publicada em grupos no aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp, o oficial contou que  só reagiu à abordagem porque um dos assaltantes colocou a mão em sua cintura e sentiu a pistola que ele carregava. “Na mesma hora eu peguei na arma dele e ele gritou para o amigo: É polícia! Daí eu sabia que tinha que fazer algo, senão eu morreria”, relatou.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Major Pablo disse ainda que tentou atirar contra os bandidos, mas sua arma falhou. “Eu já estava atingido, mas mesmo com o tiro na perna retirei o carregador da pistola dele e extrai a munição da câmara. Ele foi me empurrando, momento em que saquei a arma e atirei, mas a munição falhou. Neste momento, clamei duas vezes o nome do Senhor Deus e Ele veio a mim para me proteger”, completou.

“Depois que caí no chão, sanei a pane e atirei no agressor, mas não sei se acertei porque ele estava nas minhas costas. Logo em seguida senti a pressão do cano da arma do criminoso, momento em que ele pegou minha arma. Foi quando eu pensei que seria morto com minha própria arma”, continua o militar.

Mais uma vez, o oficial relata que clamou a Deus por socorro. Major Pablo Cunha finalizou a publicação agradecendo às mensagens de apoio que recebeu. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas