PMDB decide trabalhar candidatura própria para governo no ano que vem

29
COMPARTILHE

O PMDB reuniu sua executiva estadual, nesta segunda-feira (27), e traçou estratégias para trabalhar a unidade do partido e lançar, em seguida, uma candidatura própria ao governo do estado em 2018. A reunião foi comandada pelo presidente estadual da legenda, senador José Maranhão. Contou com a presença do senador Raimundo Lira e do deputado federal Veneziano Vital do Rêgo. 

Leia mais sobre Política no Portal Correio

a reunião na executiva estadual, na sede do partido em João Pessoa, começou às 9h30 e terminou pouco depois das 12h50. A imprensa não teve acesso à reunião. 

O deputado federal veneziano Vital do Rêgo disse que a preocupação foi com a unidade, com o fortalecimento da legenda e com a vontade de ter uma candidatura própria ao governo do estado no ano que vem. “A divergência é presente em qualquer partido. A preocupação nossa é termos um propósito único em demonstrar essa unidade”, disse. 

O deputado estadual Nabor Wanderley definiu como “uma reunião tranquila” e ressaltou a defesa pela candidatura própria, que seria o do senador José Maranhão.

Ao deixar a reunião, Maranhão disse que o partido insistirá na aliança com o partido de Cartaxo “até onde pudermos manter essa aliança com o partido do prefeito”. Ele admitiu que o PMDB só tem duas alas: uma que se aliou ao prefeito de João Pessoa e outra que está com o governador Ricardo Coutinho. “Não é um começo e nem é um fim. O PMDB está participando da gestão Cartaxo, mas não está mais participando do governo de Ricardo, porque o governador quis impor condições que o partido não aceitou”, observou. 

Maranhão disse que é um homem de luta, não está reivindicando a possibilidade de candidatura como obsessão, mas não abandonaria o PMDB. Ele lembrou que nas eleições passadas foi candidato a senador, mesmo sem ter um projeto anteriormente definido nesse sentido.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas