Pol?cia Civil exp?e simulador de tiro durante Multifeira em Jo?o Pessoa

17
COMPARTILHE

O trabalho da Polícia Civil será exposto na Multifeira Brasil Mostra Brasil, que começa nesta sexta-feira (4) e acontece no Centro de Convenções de João Pessoa. A instituição terá 100 metros quadrados de área ocupados, nos quais os visitantes poderão conhecer as atribuições legais e a atuação dos policiais civis em operações de repressão qualificada já realizadas no Estado. As demonstrações ainda incluem a presença da Unidade Itinerante de Treinamento Avançado de Tiro, um caminhão com simulador, que vai treinar os investigadores em várias cidades paraibanas.

Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com o diretor administrativo da Academia de Polícia Civil, Marcelo Isídio, esta é a primeira vez que a instituição policial expõe ações na Multifeira. “A Polícia Civil de Carreira existe desde 1981 e esta é uma oportunidade para que todos os cidadãos conheçam a importância de uma investigação efetiva para a elucidação de crimes e para a Segurança Pública. No local, estarão presentes, até o dia 12 de julho, banners com as atribuições de delegacias especializadas, funcionamento de plantões, sobre a Acadepol, com seus cursos e estrutura, Instituto de Polícia Científica (IPC), e tecnologias utilizadas por nós”, explicou.

Segundo o delegado geral de Polícia Civil, João Alves de Albuquerque, a Acadepol é a segunda do país a ter uma Unidade Itinerante de Treinamento Avançado de Tiro. “O investimento total na unidade itinerante foi de R$ 730 mil, que contemplaram a adaptação do caminhão baú e a implantação do sistema de treinamento avançado, adquiridos com recursos de convênio junto ao Governo Federal, através da Secretaria Nacional de Segurança Pública, órgão ligado ao Ministério da Justiça, e contrapartida com Governo do Estado da Paraíba”, frisou, acrescentando que o simulador é utilizado pelas melhores forças de segurança do mundo.

O equipamento de tiro representa redução no custo do treinamento dos policiais civis, visto que no montante de um milhão de disparos com munição real o custo alcança em média R$ 3 milhões. No simulador, essa mesma quantidade de disparos tem o custo total de apenas R$ 80 mil.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas