Pol?cia conclui que motorista mandou matar ex-patr?o na Capital para roubar dinheiro

27
COMPARTILHE

Quatro homens foram presos suspeitos de matar o empresário Orlando da Fonseca Paiva, de 93 anos, há cerca de uma semana, dentro da casa dele, no Centro de João Pessoa. Eles foram apresentados em entrevista coletiva nesta quarta-feira (4). A polícia disse que ex-motorista da vítima coordenou a ação porque queria roubar dinheiro que o idoso guardava em casa.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo a delegada de Crimes contra o Patrimônio da Capital, Julia Valeska, o mentor intelectual do crime, de 36 anos e ex-motorista do empresário, repassou a rotina da vítima para os outros três suspeitos de participação no caso. A ação foi registrada em câmeras de segurança instaladas em vários pontos próximos da casa, no Centro da Capital.

“O ex-motorista de Orlando Paiva repassou as informações sobre a rotina da casa para seus comparsas, que armaram toda a cena do crime. As imagens das câmeras de segurança mostram que os homens pararam na frente da casa da vítima por volta das 5h e esperaram a esposa do empresário sair para a caminhada matinal. Quando ela saiu, os criminosos estacionaram o carro na rua ao lado voltaram a pé até a casa que fica em frente ao Lyceu Paraibano. Em menos de dois minutos, eles deram um disparo e levaram apenas o celular da vítima”, relatou a delegada Julia Valeska.

Ainda segundo a autoridade policial, a motivação do crime seria roubar o dinheiro que, segundo o ex-motorista, o empresário guardava em sua própria casa. “Essa informação não foi confirmada pela família, mas o ex-motorista teria dito aos comparsas que a vítima não fazia movimentação bancária e guardava todo o dinheiro em casa. Por isso, a intenção era roubar o dinheiro do empresário e ratear entre os comparsas”, disse.

Para executar o plano, um outro homem suspeito, de 56 anos, efetuou o disparo contra o empresário. Segundo a polícia, ele teria alugado uma arma pelo valor de R$ 200 a outro suspeito preso, de 40 anos, irmão de mais um dos presos, que tem 39 anos, que também participou do crime.

Assista à matéria exibida na TV Correio HD.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas