Pol?cia prende sete suspeitos de cometer crimes na PB e apreende tr?s armas

26
0
COMPARTILHE

Cinco pessoas foram presas nesse sábado (25) suspeitas de cometerem crimes na Paraíba pela Polícia Civil e Militar. Em operações realizadas pelo o estado a Polícia Militar também apreendeu três armas.

Leia mais Notícias do Portal Correio

Em Sápe, durante operação na comunidade conhecida como Vargem do Rato, a Polícia Militar, por meio da 3ª Companhia do 7º Batalhão, realizou a prisão de quatro homens que se em encontravam em um ponto de venda de drogas. Os suspeitos portavam um revólver calibre 32, além de 47 pedras de crack, sacos utilizados para embrulho de drogas e uma quantia em dinheiro. A operação teve a coordenação do capitão M. Lima.

Na ação, cinco suspeitos que se encontravam no local tentaram fugir pela mata, mas os policiais realizaram uma incursão e conseguiram fazer a prisão de quatro dos foragidos. Eles foram conduzidos pelos policiais da 3ª Companhia do 7º Batalhão para a delegacia local, junto com o material apreendido.

De acordo com os investigadores que cumpriram a ordem judicial expedida no fim do ano passado pela 2ª Vara da cidade, Everaldo estava foragido e foi localizado no período da manhã, quando foi abordado pela equipe.

Ainda nesse sábado, ), policiais militares do 13º Batalhão, durante a realização da Operação Nômade, apreenderam mais duas armas de fogo e fizeram as prisões dos suspeitos por porte ilegal de arma. A primeira apreensão ocorreu por volta das 15h, em um sítio localizado na área do 13º BPM. O suspeito, Cícero Henrique da Silva, de 64 anos, se encontrava portando uma espingarda de fabricação caseira. Foi constatado também, durante a abordagem policial, que já existia contra o suspeito um mandado de prisão em aberto, da Comarca de Santana dos Garrotes.

Durante a noite, enquanto realizavam a Operação Nômade na saída para a cidade de Cajazeirinhas, policiais militares abordaram um grupo de jovens e constataram que Cícero Morais da Silva, de 24 anos, se encontrava portando um revólver calibre 38 com cinco munições. Cícero confessou ser o proprietário da arma.

Foi constatado também pela Polícia Militar que Cícero estava há seis meses em liberdade condicional, pois responde por tráfico de drogas na comarca de Coremas. Ambos foram conduzidos para a delegacia que atende à área.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas