Polícia cumpre mandado de prisão contra condenado por estuprar sobrinha de 9 anos

20
0
COMPARTILHE

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Infância e Juventude (DCCIJ), com o apoio da Delegacia da Infância e Juventude (DIJ) de Campina Grande, deu cumprimento a mandado de prisão definitiva, expedido pela Câmara Criminal de João Pessoa em desfavor de um homem de 50 anos, condenado a 20 anos de reclusão pelo crime de estupro de vulnerável praticado contra a própria sobrinha, que tinha nove anos na época do crime.

Leia mais Notícias no Portal Correio

O caso foi denunciado em 2014. A menina na época revelou a violência à mãe e as duas procuraram a polícia para denunciar o suspeito. “Consta do inquérito policial da época que de forma reiterada o condenado praticou atos libidinosos com a vítima, como carícias na genitália e sexo anal. Os abusos sexuais tornaram-se cada vez mais frequentes, passando a fazer parte do cotidiano da criança, e só cessaram quando a menina teve coragem de denunciar os fatos”, disse a delegada Alba Abrantes.

A criança passou por exames que comprovaram a prática do abuso sexual e as informações repassadas por ela foram investigadas. Com as provas, a polícia pediu à Justiça o mandado de prisão preventiva contra o suspeito. Foram realizadas várias buscas, mas ele conseguiu escapar. A prisão dele foi realizada em 2015 durante um levantamento policial que mostrou onde ele estava escondido. Ele foi encontrado na casa do patrão dele, na cidade de Campina Grande, e encaminhado para o Presídio Serrotão para aguardar sentença.

Meses depois, o suspeito foi julgado e condenado, mas recorreu da sentença. Em 2016, a Justiça entendeu que ele deveria cumprir a pena de 20 anos de prisão em regime fechado por estupro de vulnerável. O mandado de prisão definitivo em desfavor do condenado foi entregue à polícia na última quinta feira (19). Agora, ele será transferido para o Presídio Padrão de Campina Grande.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas