Polícia Federal assume caso de agressões entre fiscal e militantes do PSB em JP

8
0
COMPARTILHE

A Polícia Federal assumirá a investigação no inquérito que apura a troca de agressões entre o fiscal Sérgio Ricardo Ponce de Leon e um militante do PSB, que participava de uma carreata da candidata à prefeitura de João Pessoa, Cida Ramos. A decisão é da juíza eleitoral Agamenildes Dias, responsável pela fiscalização da propagada de rua na Capital.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

A confusão aconteceu no último dia 28 de agosto, quando a carreata do PSB chegava à orla marítima da Capital. O fiscal fazia vídeos com um celular, no momento em que um veículo passava com o governador Ricardo Coutinho e a candidata Cida Ramos. Ele foi empurrado por alguns militantes, que tentaram coibir as filmagens. Um deles deu um tapa na mão e derrubou o celular do fiscal.

Em seguida, ele avança sobre um dos militantes e há uma seqüência de troca de socos. A confusão foi compartilhada por vídeos na internet. A coligação encabeçada do PSB acusa o fiscal de provocar a confusão. Agora é a PF que ficará responsável por conduzir o inquérito e apurar as ocorrências.

De acordo com a Polícia Civil, o militante, um idoso, ficou ferido na confusão e prestou queixa no Distrito Integrado de Segurança Pública (Disp) de Manaíra. Ele foi orientado pelos policiais a se submeter a um exame de corpo de delito. O fiscal foi alvo de uma representação na Justiça Eleitoral por causa da agressão física ao militante.

A juíza Agamenildes também informou que afastou preventivamente das ações de ruas o fiscal que se envolveu na confusão.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas