TCE-PB mantém reprovação de contas de três ex-prefeitos da Paraíba

Apenas um dos quatro recursos contra a desaprovação de contas públicas de gestores municipais obteve o provimento total do Tribunal de Contas, na sessão desta quarta-feira (12)

Gestão | Em 12/07/17 às 17h10, atualizado em 12/07/17 às 17h15 | Por Redação
Divulgação/TCE
Sessão do TCE

Apenas um dos quatro recursos contra a desaprovação de contas públicas interpostos por gestores municipais obteve o provimento total do Tribunal de Contas da Paraíba, na sessão desta quarta-feira (12). De resto, foi mantida a reprovação, com débitos elevados, a contas procedentes de quatro municípios paraibanos. Comente no fim da matéria.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Em grau de recurso, o então prefeito de Santo André (Fenelon Medeiros Filho) teve as contas de 2012 aprovadas pelo TCE, conforme voto do conselheiro Marcos Costa, relator do processo. Em seguida, a corte manteve, também em fase recursal, a desaprovação às contas de 2012 da ex-prefeita de São José dos Ramos, Maria Aparecida Rodrigues de Amorim, reduzindo, porém, a R$ 46.277,00 o débito de R$ 909.263,64 a ela inicialmente imposto por despesas irregulares.

O recurso interposto pelo ex-prefeito de Paulista, Severino Pereira Dantas, contra a reprovação das suas contas do exercício de 2014 foi indeferido, na sessão desta quarta-feira. O TCE ainda manteve o débito original superior a R$ 494 mil, por gastos irregularmente ordenados.

O ex-prefeito de Tavares, José Severiano de Paulo Bezerra da Silva, também não conseguiu êxito no julgamento do recurso de reconsideração contra a desaprovação das contas de 2011. O débito, no entanto foi reduzido - em pouco mais de R$ 7 mil - para R$ 1.455.227,03.

Foram aprovadas as contas de 2014 da Secretaria de Estado da Administração, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e da Companhia de Processamento de Dados (Codata), com ressalvas, nesses três casos. As contas de 2014 da Casa Civil do Governador sofreram pedido de vista formulado pelo conselheiro Fernando Catão. O TCE ainda aprovou as contas das Câmaras Municipais de Baía da Traição, Sumé e Nova Floresta (exercício de 2015) e, por fim, de Aparecida (2016).

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Atenção

Fechar