Ministro Fachin nega pedido de prisão para Aécio Neves

Apesar do indeferimento, Fachin suspendeu o mandato do senador tucano, que foi eleito em 2010

Mais política | Em 18/05/17 às 12h54, atualizado em 18/05/17 às 12h59 | Por Redação
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Luiz Edson Fachin

O relator da Operação Lava Jato, ministro Edson Fachin, negou, nesta quinta-feira (18),
o pedido de prisão preventiva para o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Fachin afirmou que a hipótese só seria possível caso a Procuradoria Geral da República (PGR), insista na prisão do tucano, o que faria um eventual recurso ser incluído na pauta para análise do plenário.

Apesar do indeferimento, Fachin suspendeu o mandato do senador tucano, que foi eleito em 2010.

A suspensão do mandato impõe a proibição do tucano se ausentar do país, devendo entregar o passaporte. Além disso, ele está proibido de contatar qualquer outro investigado ou réu no conjunto de fatos revelados na delação da JBS.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Atenção

Fechar