Políticos da PB lamentam morte do arcebispo emérito Dom Marcelo Carvalheira

0
COMPARTILHE

Vários políticos da Paraíba divulgaram notas de pesar pela morte do arcebispo emérito da Paraíba Dom Marcelo Carvalheira. O religioso faleceu nesse sábado (25), a caminho de um hospital em Recife, Pernambuco. A causa da morte não foi divulgada.

Leia também: Corpo de Dom Marcelo Carvalheira será velado em três catedrais na PB e em PE

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), divulgou: “O guerreiro de voz mansa e postura simples, que se agigantava quando saia em defesa dos mais pobres e contra as injustiças sociais, merece todo o nosso respeito, além de ser referenciado pela sua fé, pelo incansável trabalho em prol de uma igreja libertadora e pela sua luta em defesa das liberdades democráticas e justiça social”.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Romero Rodrigues (PSDB), gestor de Campina Grande, avaliou que “mais do que uma vida dedicada ao sacerdócio, Dom Marcelo sempre foi um exemplo de firmeza na fé, retidão na postura e compromisso com os mais necessitados”.

O deputado federal Rômulo Gouveia (PSD) lembrou que teve a oportunidade de encontrar Dom Marcelo em 2012, durante visita ao Mosteiro de São Bento em Pernambuco. Ele prestou solidariedade a familiares e amigos do religioso.

O deputado estadual Anísio Maia (PT) destacou que “o povo hoje está triste porque tinha em Dom Marcelo um irmão e companheiro na caminhada por uma sociedade onde todos possam viver dignamente. Só os bons deixem saudades”.

A Assembleia Legislativa da Paraíba também lamentou a morte do religioso. O texto assinado pelo presidente da Casa, Gervásio Maia, diz: “Dom Marcelo foi um dos grandes líderes da Igreja Católica, sempre dedicando sua vida aos pobres e à defesa dos direitos humanos. Um homem do povo, que sempre esteve ao lado dos mais necessitados, um pastor símbolo da fidelidade à Palavra de Cristo e aos ensinamentos da Igreja”.

Já o presidente do Partido dos Trabalhadores na Paraíba, Professor Charliton, disse que “Dom Marcelo foi, e continuará sendo, um exemplo de simplicidade e de luta contra as desigualdades”.”Sentimos sua partida, e nos solidarizamos com seus familiares, amigos, a comunidade católica, e todas as pessoas que respeitavam e admiravam a sua luta, luta essa que permanece viva”, acrescentou Charliton.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas