População trans tem atendimento odontológico gratuito em JP; veja como fazer

335
COMPARTILHE

A Coordenadoria de Promoção à Cidadania LGBT e Igualdade Racial da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) firmou uma parceria para que a população travestis e mulheres e homens trans da Capital recebesse atendimento odontológico. A parceria foi firmada por meio do Programa Transcidadania com a coordenação do curso de Odontologia do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê). Veja abaixo como buscar atendimento.

Leia também: Começa seleção profissional para travestis, homens e mulheres trans em João Pessoa

Roberto Maia, coordenador de Cidadania LGBT, explicou que a parceria vai melhorar e ampliar o atendimento ao público trans, dentro de uma política pública colocada em prática pela atual gestão. “Fechamos a parceria com o intuito de ampliar o cuidado integral a essa população, que às vezes tem dificuldade de acesso aos serviços de saúde por conta da identidade de gênero”, explicou.

Atendimento – As pessoas interessadas devem procurar o Centro de Cidadania LGBT de João Pessoa, que irá cadastrar os usuários para o primeiro atendimento. Após o cadastramento, os pacientes são encaminhados de acordo com o fluxo para a coordenação de Odontologia do Unipê. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, no horário da manhã e tarde, oferecendo tratamento odontológico completo, como restauração, canal, extração e limpeza.

Psicologia – A Coordenadoria LGBT já possui outra parceria firmada com o Conselho de Psicologia do Unipê, que disponibilizou oito estagiários para prestar atendimento no Centro de Cidadania LGBT, que funciona em uma casa no anel externo do Parque da Lagoa.

Os estagiários prestam, uma vez por semana, sempre às segundas-feiras pela manhã, atendimento de psicoterapia.

Transcidadania – Colocado em prática há dois anos, o programa Transcidadania JP vem se firmando como importante política para promover inclusão e cidadania da população trans da Capital. Sua atuação tem se tornado cada vez mais abrangente, desenvolvendo ações de saúde, empregabilidade e habitação. No apoio jurídico, à população das travestis e transexuais é orientada de como fazer a retificação de seus nomes, bem como garantir o respeito ao nome social.

Serviço – O Centro de Cidadania LGBT fica localizado no Parque da Lagoa, nº 196, Centro, e funciona no horário das 8h às 14h, de segunda a sexta-feira. Mais informações pelo telefone 3218-9248.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas