Postos de combustíveis são fiscalizados após denúncias de fraudes em João Pessoa

130
0
COMPARTILHE

O Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial da Paraíba (Imeq-PB) realizou, nesta quinta-feira (19), uma série de fiscalizações em postos de combustíveis com o intuito de verificar se as regulamentações estão sendo devidamente cumpridas pelos estabelecimentos. Uma das principais reclamações de clientes dos postos, a respeito da quantidade correta do combustível na hora do abastecimento, foi uma das prioridades. Ao todo, foram fiscalizados cinco postos de gasolina em João Pessoa, todos com abordagem surpresa.

Leia mais Notícias no Portal Correio

De acordo com o diretor superintendente do Imeq, Arthur Galdino, essa é uma prática recorrente e que deve acontecer periodicamente. “Os fiscais fazem a aferição regular. Nós apenas promovemos esse mutirão de fiscalizações surpresa para poder pegar os postos desprevenidos e atestarmos a regularidade do funcionamento das bombas”, justifica.

A verificação se dá especialmente nas bombas medidoras dos postos de gasolina, desde a situação das mangueiras de combustível, que precisam ter pelo menos 5 metros de extensão e não podem apresentar fissuras que ponham em risco o vazamento do líquido. “Nós observamos também a vazão da bomba, se ela está abastecendo de forma adequada”, explicou o superintendente do Imeq-PB.

Os testes de vazão são realizados pelos fiscais com galões padronizados, com volume de 20 litros. “Há um desvio padrão de 100 ml, para mais ou para menos. Caso a bomba encha menos ou mais que isso, nós autuamos”, revelou Galdino. A ideia é que mais postos de João Pessoa e de Campina Grande sejam fiscalizados por meio deste expediente para garantir melhor atendimento aos clientes.

Dependendo da gravidade da irregularidade, o posto de combustível pode ser lacrado ou multado. As multas podem ser R$ 5 mil, R$ 10 mil ou mais, quando os estabelecimentos são reincidentes.

O consumidor que quiser fazer denúncias, pode entrar em contato com a Ouvidoria do Imeq-PB, pelo telefone 0800-281-7411, ou fazer um alerta no portal do instituto (http://www.imeq.pb.gov.br).

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas