PPS e PSB fecham aliança, selam união de Nonato e Ricardo, com ataques a Cartaxo

6
0
COMPARTILHE

Com duros ataques à gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), o vice-prefeito de João Pessoa e presidente estadual do PPS, jornalista Nonato Bandeira, oficializou na manhã desta quinta-feira (19) a aliança do seu partido com o PSB, para a disputa das eleições municipais desde ano. Os ataques também partiram do governador Ricardo Coutinho, presidente de honra da legenda socialista, do vereador Bruno Farias, presidente do PPS na Capital, e da pré-candidata do PSB, Cida Ramos. Ele focaram os discursos e as entrevistas no que chamaram de “falta de compromisso” e de “abandono de políticas públicas” por parte da gestão de Cartaxo.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

O primeiro a discursar foi o vereador Bruno Farias. Ele disse que a administração pública municipal de João Pessoa é feita “na base do improviso”. O vereador citou como um dos exemplos o Orçamento Democrático, que em mais de 80% das audiências públicas o prefeito não compareceu. “os serviços públicos estão todos precarizados”, reclamou.

O PPS entregou um documento com 23 propostas para a cidade de João Pessoa e disse que muitas delas foram ignoradas pelo então candidato Luciano Cartaxo. “Eu espero que elas sejam implementadas a partir de janeiro na gestão da companheira Cida”, disse. 

A pré-candidata do PSB disse que estava “recuperando a possibilidade de uma ampla união das forças progressistas e um projeto que foi vitorioso, realizando um novo jeito de governar”. Cida lembrou que nas eleições passadas, Cartaxo começou a campanha com apenas 7% nas pesquisas, mas subiu rapidamente com o apoio do PPS, levado por Luciano Agra, “que foi herdeiro de uma gestão que foi implantada e que mudou a face de João Pessoa”. 

O vice-prefeito acusou a gestão do prefeito de dar “calote” nos fornecedores. O governador criticou Cartaxo por isolar auxiliares que queriam contribuir com políticas públicas para João Pessoa. A oficialização da aliança do PPS com o PSB foi antecipada nesta quarta-feira (18) pelo Portal Correio. Nesta quinta, as lideranças se reuniram na sede da Associação Paraibana de Imprensa (API), onde também estavam presentes os dirigentes do PT do B, que também integrará a aliança. 

Nonato Bandeira afirmou em seu discurso que respeita Cida Ramos por sua trajetória política e compromisso com movimentos sociais. “Respeito Cida pela coerência de suas posições. Quando levei o nome dela para o partido disse que tinha coerência, compromisso e sobretudo tem palavra. É muito fácil fazer coligações e depois de eleito esquecer todos os compromissos que foram firmados com as forças que apoiam e, principalmente, com a cidade”, sustentou. 

O governador Ricardo Coutinho comemorou o retorno de Nonato Bandeira ao seu projeto. Ele lembrou que formou uma aliança em 2004, quando ninguém acredita que ganharíamos aquela eleição. “Ganhamos porque tínhamos um projeto. Hoje, essa cidade precisa retomar muitas coisas e construir nova. Fico muito feliz ao ver Cida Ramos ter a possibilidade de ser a primeira mulher a chegar à prefeita de João Pessoa”, disse.

Para ele, a gestão de Cartaxo desqualificou todas as políticas públicas que foram desenvolvidas. ” Eu cito nominalmente, uma política voltada para as pessoas com deficiência. Nonato não conseguiu nada, porque em cada canto que ia automaticamente era esvaziado. Fazer política é algo muito mais. Está em outro patamar. Efetivamente a cidade perdeu o seu prumo e sua paixão”, afirmou. 

Veja o vídeo abaixo:

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas