Prefeitos protestam contra falta de recursos e interditam trecho da BR-230, na PB; vídeo

52
0
COMPARTILHE

Uma manifestação de prefeitos paraibanos paralisou, por cerca de 1h15, o tráfego de veículos na da Praça do Meio do Mundo, quilômetro 184 da rodovia BR-230, entre os municípios de Campina Grande, Boa Vista e Pocinhos.


Leia mais notícias de Política no Portal Correio

O evento, organizado pela Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup), serviu, segundo os próprios organizadores, para chamar a atenção do governo Federal sobre a falta de recursos nos municípios.

De acordo com o prefeito de Princesa Isabel, Ricardo Pereira, nenhum município brasileiro suporta o aperto fiscal promovido pelo governo federal. Além disso, o prefeito questionou a falta de reajuste em diversos programas.

“Os municípios brasileiros não suportam esse arrocho do governo Federal, que distribui os programas e não atualiza o custeio. Há 17 anos nós não temos reajuste. Recebemos R$ 0,36 por dia para merenda escolar, R$ 12 para transporte de estudante, R$ 3,25 por mês de Bolsa Família. Isso é um absurdo e o que a Paraíba está fazendo através da Famup é dando um grito de clamor ao presidente Michel Temer, à Câmara e ao Senado”, afirmou Ricardo Pereira.

Também presentes no evento, a prefeita de Monteiro, Ana Lorena (PSDB), e o prefeito de Cruz do Espírito Santo, Pedrito Costa, questionaram a divisão de recursos do chamado ‘Pacto Federativo’.

“O que a gente reivindica também é um melhor financiamento para os municípios tendo em vista que a maioria do bolo de arrecadação nacional fica entre estados e Federação o que dificulta e é injusto pra nós que estamos lá na ponta vendo a necessidade dos munícipes, eles batendo a nossa porta e a gente cada vez com recursos mais escassos”, disse Ana Lorena.

“É questão da defasagem dos recursos que tange a questão da merenda escolar, do PSF, a divisão do bolo, como chamamos o Pacto Federativo, que são todas as riquezas do país onde os municípios ficam apenas com 18% de todo o que é arrecadado, onde somos mais de 5 mil municípios e ficamos com a menor parte do bolo”, relatou Pedrito Costa.

Ao Portal Correio, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o movimento começou pacífico, mas que os prefeitos e integrantes do evento resolveram interromper o tráfego no local por volta das 11h25, liberando o trecho às 12h40.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas