Presidente da Câmara de Curral de Cima nega irregularidades em reeleição

0
COMPARTILHE

O presidente da Câmara Municipal de Curral de Cima, Aguinaldo Madruga, conhecido como Naldinho Ribeiro (PMDB), negou nesta terça-feira (30) que tenha sido notificado pelo juiz da Comarca de Jacaraú, Perilo Rodrigues de Lucena, para apresentar, em dez dias, documentos que comprovem a ata da sessão atestando sua reeleição para comandar a Casa Legislativa nos anos de 2019 e 2020. “Eu sequer fui notificado. Isso não existe”, disse o vereador.

Leia também: Juiz encontra irregularidades em ata de reeleição do presidente da Câmara de Curral de Cima


Naldinho também negou que haja suspeição na sua reeleição para a legislatura de 2019-2010. Segundo ele, o processo de reeleição seguiu estritamente o que determina o Regimento Interno da Câmara de Curral de Cima e a Lei orgânica do Município. Ele frisou que o edital de convocação da nova eleição está correto e intocável. “A reeleição foi realizada porque havia quórum suficiente”, disse o presidente da Câmara.

Ele afirmou que, se for notificado, vai apresentar ao juiz todos os esclarecimentos solicitados. Naldinho disse estar tranquilo. “Tudo está devidamente registrado no edital de convocação e na ata dos trabalhos”, declarou.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas