Presidente do Sousa chama diretor de futebol do Belo de ‘cafajeste’

11
0
COMPARTILHE

“Isso só pode ser um cafajeste”. Foi assim que o presidente do Sousa, Aldeone Abrantes, em entrevista a uma emissora de rádio nessa segunda-feira (16), reagiu às declarações do diretor de futebol do Botafogo-PB, Breno Morais, que no domingo (15) soltou o verbo contra o dirigente sertanejo. Acesse o Voz da Torcida.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

“Colocar o presidente Amadeu Rodrigues nisso aí, rapaz… isso é um cara mesquinho. Não merece nem resposta. Como é que o cara mente descaradamente? Dizer que eu tinha falado em Amadeu? Esse cara não tem família, não? Não tem amor a Cristo. Como o cara inventa uma história desse tamanho? Ele está pensando que Amadeu, o presidente da Federação, é uma criança. Amadeu é um dirigente moderno, do diálogo. Ele não vai ouvir uma conversa dessa”, rebateu o presidente do Dinossauro.

Sobre a afirmação de Breno, de que teria escutado Aldeone acusar o Botafogo-PB de comprar a arbitragem, o mandatário do Sousa deu sua versão.

“Eu me referi a ele quando, no meu entendimento, o árbitro Renan Roberto, a quem considero um árbitro excelente, homem de bem, errou. Teve um pênalti no primeiro tempo, em Rodrigo Poty, que foi claro, e ele não deu. Teve outro no segundo tempo, que o cara puxou Leandro pela camisa na hora da bola parada. Dois pênaltis que ele não deu. Eu apenas me dirigi para ele (Breno) e disse: esse tipo de arbitragem você gosta. Foi assim que eu disse, e mais nada”, detalhou.

Já em relação ao relato de que a cabine em que estava a diretoria do Belo teria sido invadida por “oito, dez pessoas”, Aldeone também rebateu, lembrando, inclusive, da briga que aconteceu ano passado no estádio Almeidão, quando, através das redes sociais, o Sousa acusou a direção botafoguense de ter armado uma emboscada no desembarque da delegação do Dino.

“Vá trabalhar pelo Botafogo-PB, Breno. Ganhe alguma coisa. Não ganhou nada no Botafogo-PB. Nada, nada, nada. Fica com essas invenções, fazendo média, jogando para a torcida. Esse cara é um mentiroso, um cafajeste. É recebido como rei, com tapete vermelho aqui. O Campinense passou cinco dias aqui em Sousa. Pergunte se o Campinense reclamou de alguma coisa. Sobre essa história do jogador (Gianoti), o Sousa deve o quê ao Botafogo-PB? Calote de quê? Fica chamando o povo de caloteiro… quem disso cuida, disso usa”, asseverou o presidente esmeraldino.

No final da entrevista, em tom de provocação, Aldeone soltou um pedido inusitado: “volta, Nelson Lira, pro Botafogo-PB”.

O Belo divulgou nota de repúdio ao Sousa e Breno Morais denunciou suposto calote de Aldeone.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas