Presídio do Roger, em JP, vai ganhar ambulatório e novo pavilhão para abrigar 150 presos

36
COMPARTILHE

Representantes do Ministério Público da Paraíba fizeram uma inspeção no presídio do Roger (Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega), na capital paraibana, na tarde desta quarta-feira (29). Foi constatado que as fundações de um novo pavilhão (bloco) já estão prontas e, dentro de quatro meses, o novo prédio começará a ser erguido. Depois de pronto, ele irá abrigar os 150 presos, que atualmente se encontram em um local que será demolido para dar lugar a um ambulatório.

Leia mais Notícias no Portal Correio

A comitiva foi formada pelos promotores de Justiça Ricardo José de Medeiros e Silva e Jovana Maria Silva Tabosa, respectivamente da Promotoria de Justiça da Tutela Coletiva do Sistema Prisional e Direitos Humanos e da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde de João Pessoa, do MPPB.

A visita foi acompanhada por representantes do Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren-PB) – José Glauber Nogueira de Galiza –; do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Paraíba (Crea-PB) – engenheiro Juan Ébano –; e do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Paraíba (Crefito) – Nelson Felipe Teixeira Modesto, Iara Lucena e Róbson Cavalcanti.

“Temos 42 presos aptos para trabalhar na obra, mas o serviço só pode ser realizado apenas em três dias da semana: nas terças-feiras, quintas-feiras e sábados, devido aos períodos de visitas”, explica o diretor do Presídio do Roger, Lincon Gomes Pedrosa Sousa, informando que a obra está orçada em R$ 110 mil, oriundos da Vara de Execuções das Penas Alternativas.

Atualmente, o presídio do Roger abriga 1.262 presos. Oficialmente, a capacidade da unidade é de 450 presos, mas hoje, garante o diretor, pode acolher até 700 presos de forma confortável.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas