Presos na PB e no RN seis suspeitos de homicídios na Grande JP e Zona da Mata

14
0
COMPARTILHE

Por meio de um trabalho investigativo do Núcleo de Homicídios da 5ª Delegacia Seccional na cidade de Santa Rita, na Grande João Pessoa, a Polícia Civil da Paraíba deflagrou, na manhã desta terça-feira (6), a operação ‘Resquício’, que teve como objetivo cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão referentes à prática de crimes de homicídios e tentativa de assassinatos registrados este ano nos bairros Marco Moura e Várzea Nova. Cinco foram detidos. Também nesta terça, policiais da delegacia de Sapé, na Zona da Mata Paraibana, a 42 km da Capital, prenderam, na cidade de Natal (RN), um jovem de 23 anos que é o principal suspeito de assassinar duas adolescentes.

Leia mais Notícias no Portal Correio

No caso de Santa Rita, o primeiro mandado de prisão temporária expedido pela Justiça foi cumprido contra um suspeito de ser um dos executores em duplo homicídio registrado na cidade, em julho deste ano. As vítimas foram assassinadas com vários disparos de arma de fogo quando estavam conversando em uma praça no bairro Marcos Moura.

As primeiras informações repassadas para a polícia no local é de que as vítimas foram surpreendidas por duas pessoas que depois da abordagem atiraram. Durante os depoimentos dos parentes foi descoberto que um dos jovens assassinados já tinha cumprido medida socioeducativa. Já o outro, que era filho de um sargento reformado da PM, não tinha passagem pela polícia.

Como o crime aconteceu na noite de um domingo e em uma praça bastante movimentada, as declarações de algumas testemunhas ajudaram a polícia na identificação dos suspeitos. Buscas foram realizadas na área, mas os investigados conseguiram escapar de todos os cercos policiais, até que uma informação repassada para o número 197 (Disque Denúncia da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social) levou até o provável esconderijo do suspeito preso.

Os outros mandados de prisões temporárias cumpridos durante a operação estão relacionadas a um duplo homicídio e duas tentativas de homicídio registrados no mês de outubro deste ano no bairro de Várzea Nova. Os outros quatro presos foram encaminhados para a Central de Policia do bairro do Geisel, na Capital, para aguardar pela audiência de custódia.

Preso suspeito de duplo homicídio em Sapé

O jovem preso é suspeito de crime que aconteceu na madrugada do dia 24 de maio deste ano, na cidade de Sapé. Moradores teriam ouvido o som de vários disparos de arma de fogo e ligaram para a Polícia Militar. Uma viatura foi encaminhada para a localidade conhecida como Sítio Açude do Mato, mas por causa da falta de iluminação na área de canavial não encontraram nada.

Já no início da manhã desta terça-feira, a polícia voltou ao local e, depois de uma busca, encontrou os corpos das duas adolescentes. As investigações mostraram que as vítimas eram usuárias de drogas e que tinham envolvimento com assaltos. Isso norteou a linha de investigação para um acerto de cortas por tráfico de drogas.

Várias pessoas foram ouvidas e um homem que cumpria pena na Penitenciária Regional de Sapé foi identificado como o mandante do crime. Ele morreu depois de passar mal dentro da cela. As investigações continuaram para identificar os executores do duplo homicídio e, durante os levantamentos, a polícia chegou até o jovem em Natal.

“Depois da prisão realizada no Rio Grande do Norte, o suspeito foi encaminhado para a nossa delegacia e durante o depoimento confessou o crime alegando que teria sido motivado por dívidas com drogas. Ele também informou os nomes dos outros envolvidos no duplo homicídio”, disse o delegado de Sapé, Fred Magalhães, que já solicitou os mandados de prisão dos outros suspeitos que foram denunciados pelo preso e iniciou as buscas para prendê-los. O jovem detido está recolhido na carceragem da Delegacia aguardando decisão do juiz da 1ª Vara da Comarca de Sapé para ser transferido para a Penitenciária Regional da cidade.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas