Primeiros beb?s nascidos em 2016 em maternidade p?blica de JP s?o meninas

15
COMPARTILHE

Enquanto a maioria contava os segundos para a chegada do ano novo, a contagem regressiva no Instituto Cândida Vargas (ICV) era pra saber quem seria o primeiro bebê a nascer em 2016. A resposta só chegou às 00h16, quando Gicelma Galdino de Vasconcelos deu à luz a Gislayne, que veio ao mundo através de um parto normal, pesando 3,835 kg.
Gicelma, que é moradora do município de Capim, conta emocionada que a filha representa um recomeço, uma vez que o outro filho dela já tem 17 anos. “Dezessete anos depois, eu já esqueci tudo. É como se fosse a primeira filha. E ainda foi a primeira a nascer em 2016, não tenho nem palavras pra dizer o quanto tudo está sendo especial na minha vida. É o melhor presente para o meu ano novo”, relatou Gicelma. 
Raílla foi a segunda bebê a nascer no Instituto Cândida Vargas em 2016. Ela nasceu às 00h54, também de um parto normal, pesando 3,010 kg e é a primeira pessoense da família que deixou Franca, no interior de São Paulo, e escolheu João Pessoa para viver, há mais de seis anos. 
“Tenho outros três filhos, com 18, 17 e 13 anos, que não querem sair daqui. João Pessoa é um lugar maravilhoso para se viver, quem chega não quer mais ir embora”, enfatizou Andrea Cristina Pastorelli, mãe de Raílla.
Mesmo durante o feriado, o Instituto Cândida Vargas está funcionando normalmente para garantir atendimento às gestantes de João Pessoa e também de diversas cidades da Paraíba e até de outros estados no Nordeste. Cerca de 700 partos são realizados por mês no Instituto. 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas