Procon quer que Cagepa faça calendário após problemas com falta de água em JP

0
COMPARTILHE

A constante falta de água relatada por consumidores de bairros de João Pessoa fez com que o Procon da Capital exigisse que a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) estabeleça um calendário semestral de avisos sobre a interrupção do abastecimento. Além disso, o órgão também pede que a companhia estabeleça um calendário de negociação de débitos com os consumidores.


Leia mais Notícias no Portal Correio

O pedido de calendário e de negociação de débitos foi feito durante uma reunião entre representantes do Procon-JP e da Cagepa. Segundo o Procon-JP, a falta de água atingiu constantemente e por vários dias durante o mês de abril cerca de 50 bairros de João Pessoa.

“Notificamos a Cagepa em abril desse ano e houve a convocação para a defesa da empresa, mas ampliamos a reunião para também discutir medidas que resolvessem os problemas da prestação desse serviço. [Com calendário de interrupção do abastecimento] ninguém seria pego de surpresa e com um aviso antecipado, todos se programariam para as horas ou dias que ficariam sem água”, disse o secretário do Procon-JP, Marcos Santos.

A assessoria de comunicação da Cagepa informou ao Portal Correio que os cortes de abastecimento são decorrentes manutenções preventivas, quando a Companhia tem a previsão e executa uma programação de corte, e as manutenções corretivas, que são os cortes de abastecimento que não se pode prever o local nem a hora da ocorrência dos vazamentos.

Sobre a renegociação de dívidas dos consumidores, a Cagepa informou ao Portal Correio que a companhia já executa uma série de ações visando a recuperação de créditos, como no programa Pró Endividados, que é gerido pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB).

“No entanto, não há nenhuma obstrução por parte da companhia em realizar outros mutirões ou alguma forma de atendimento diferenciado para seus clientes”, informou a Cagepa.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas